Alessandra Maestrini reflete sobre ser pansexual: “Gosto de gente”

Patrick Monteiro
·2 minuto de leitura
Alessandra Maestrini em live com o Yahoo! Vida e Estilo (reprodução / instagram @maestrini_luv_)
Alessandra Maestrini em live com o Yahoo! Vida e Estilo (reprodução / instagram @maestrini_luv_)

Alessandra Maestrini não é muito de falar sobre sua sexualidade, mas em uma live com o Yahoo! contou mais sobre sua pansexualidade. Em 2014, ela contou se considerar bissexual em uma entrevista e desde então não deixou de se posicionar sobre sua comunidade.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

“Como pansexual gosto de gente. Me apaixono pela alma da pessoa e se o pacote bate com o meu, no cheiro e na pele, no tempo de humor, aí pronto” contou ao ser questionada sobre sua sexualidade.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia também:

E ela explica o que ser pansexual. “É a química. Já tive tesão por gente que não admiro, é uma coisa a minha revelia. Já senti um puta de tesão em uma pessoa que colocou a mão nas minhas costas e não sabia quem era. Tem muito de tato, de cheiro, e coisas que nem passam muito além do entendimento comum. E com o tempo fui melhorando o filtro de com quem eu me vinculava mesmo”, destacou.

A atriz, que vive a Bozena do ‘Toma Lá, Dá Cá’, da TV Globo, contou que sua falar abertamente de suas relações a permite ser mais livre artisticamente. “Antes não falava abertamente então na hora de compor, me colocar, me dava uma podada. A minha criatividade dava uma podada”, pontuou.

E acrescentou sobre a importância de colocar a sua vivência na arte. “Tenho a vivencia de quem ultrapassou uma certa barreira. Quando alguém fala de um outro preconceito ou está empregando outro preconceito tenho a vivencia do olhar de quem está vivendo a opressão do outro”, explica.

Hoje em um relacionamento, Alessandra divide e escolhe o que expõe. “Estou em uma relação extremamente amada, bem trtada, onde admiro imensamente e estou mega feliz. Não exponho para proteger isso, essa minha intimidade. Essa pandemia nos aproximou mais. Muito tempo junto tem um momento ou outro que dá choque, mas para a gente só fortaleceu”, concluiu.