Além de Jove: 5 trabalhos para conhecer Jesuíta Barbosa

Jesuíta Barbosa, como Jove
Jesuíta Barbosa, como Jove

Uma coisa é certa: a chegada do personagem “Jove”, de Jesuíta Barbosa, está mudando os ares de “Pantanal”. Seja pelos memes ou pelas discussões sobre homofobia e ausência do pai, o ator pernambucano é um dos nomes do momento.

O que muita gente não sabe é que Jesuíta é super coringa, e tem uma carreira múltipla. Artista do cinema, do teatro e, agora da TV, o ator de 30 anos já deu aulas de teatro em Fortaleza, e fez parte de “As Travestidas”, coletivo de arte, ativismo e carnaval da capital cearense.

Não é a primeira vez que Barbosa participa de produções da Rede Globo, mas o ator também já fez trabalhos independentes. Abaixo, listamos cinco produções para quem quer conhecê-lo para além do personagem “Jove”.

"Tatuagem"

Jesuíta vive "Fininha", um militar que se apaixona por outro homem, Clécio Wanderley, interpretado por Irandhir Santos (que, inclusive, está na primeira fase de "Pantanal". Filme se passa em Recife, década de 70. Aborda a repressão do ambiente militar. Por causa do personagem, Jesuíta levou prêmio de melhor ator no Festival do Rio, em 2013.

"Serra Pelada"

Com direção de Heitor Dhalia, o filme tem no elenco nomes como Sophie Charlotte, Wagner Moura e Matheus Nachtergaele. Jesuíta interpreta um garimpeiro gay. Trama fala sobre as promessas de enriquecimento no garimpo do ouro.

"Praia do Futuro"

O filme se passa na Praia do Futuro, Ceará, e foi dirigido pelo cearense Karim Aïnouz. Tem Wagner Moura como Donato, que trabalha como salva-vidas. Jesuíta faz Ayrton, irmão caçula de Donato. No decorrer da trama, Ayrton larga tudo para reencontrar o irmão em Berlim.

"Justiça"

Série de grande sucesso da Rede Globo, Jesuíta Barbosa entrou na pele do machista e possessivo Vicente, que atirou na namorada ao flagrá-la com o ex. Talvez você conheça Jesuíta a partir desse trabalho.

“Onde Nascem os Fortes”

A série da Globo foi outro trabalho complexo na vida do ator. Ele viveu a drag queen Shakira do Sertão. Na época, disse ao UOL que foi um dos maiores desafios de sua carreira. Precisou fazer aulas de canto e dança para viver a artista.

Saiba tudo de "Pantanal"