Alec Baldwin desmente boatos de que não estaria cooperando com investigação de morte em set

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Alec Baldwin - Reprodução agência Famous credit:Bang Showbiz
Alec Baldwin - Reprodução agência Famous credit:Bang Showbiz

Alec Baldwin desmentiu as alegações de que não estaria cooperando com as autoridades que investigam a morte da cinegrafista Halyna Hutchins no set de 'Rust'.

Em outubro do ano passado, o ator, de 63 anos, estava em posse de uma arma supostamente cenográfica nos bastidores do filme quando o revólver disparou acidentalmente, matando Halyna e ferindo o diretor Joel Souza.

Após ser alvo de um mandado de busca para entregar seu celular, Alec compartilhou um vídeo no Instagram para comentar o caso.

"Qualquer insinuação de que eu não estou cumprindo as ordens ou demandas ou mandados de busca e apreensão do meu telefone... isso é balela, isso é uma mentira", afirmou o veterano de Hollywood.

"Este é um processo no qual um estado faz a solicitação a outro estado. Uma pessoa de outro estado não pode vir até você e dizer: 'Me dê seu telefone, me dê isso, me dê aquilo'. Não se pode fazer isso. Tem que passar pelas autoridades do estado onde você mora. E é um processo que leva tempo e os investigadores precisam especificar exatamente o que desejam obter", acrescentou Alec.

"Eles não podem simplesmente confiscar seu telefone e acessar suas fotos ou mensagens românticas para sua esposa, ou o que quer que seja, não é bem assim. Mas é claro, vamos contribuir mil por cento com tudo, estamos perfeitamente de acordo com as investigações", finalizou o astro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos