O álcool ajuda ou atrapalha no sexo?

·1 minuto de leitura

Pequenas quantidades de álcool pode até deixar a pessoa mais desinibida e autoconfiante, com a sensação de que a bebida irá deixar mais à vontade para conquistar alguém ou até mesmo dar um melhor desempenho na cama. Porém, o seu uso exagerado quando chega na corrente sanguínea pode fazer o efeito contrário no desempenho sexual.

Isso ocorre pelo fato do álcool ser um grande depressor do sistema nervoso central quando consumido em grande quantidade. Fazendo uma desaceleração geral no corpo e também comprometendo os cinco sentidos - paladar, tato, audição, olfato e paladar.

Leia também:

Os reflexos corporais demoram mais para responder aos estímulos eróticos. Sabe aquela sensação de malemolência e anestesia? Bingo! Dependendo da quantidade a ereção masculina pode não ser mantida - mais conhecida como 'broxar'.

As mulheres também não ficam de fora nessa situação, a libido pode ser diminuída e até mesmo reduzir a lubrificação vaginal por causa da ação diurética.

Além disso, para ambos os sexos a bebida reduz a sensibilidade para chegar ao orgasmo. Sendo quase nula ou até mesmo deixando a “ejaculação retardada” -oposto da precoce- que demorar mais do que o normal para chegar ao prazer.

Existe também outro fator de risco sobre respeito ao próximo, o álcool aumenta a capacidade de tomar decisões mais impulsivas, como consentimo e falta de empatia ao limite do outro. 

Vale lembrar que o sexo desprotegido também possui impacto direto as escolhas, conforme um estudo nos Estados Unidos e o Reino Unido, a quantidade de bebida ingerida dá maior vontade de manter relações sexuais sem o uso de preservativos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos