Albert Uderzo, um dos criadores de Asterix, morre aos 92 anos

Albert Uderzo em uma mostra dedicada a Asterix no MuseoParc de Alesia, em 23 de abril de 2015

O desenhista Albert Uderzo, criador em parceria com René Goscinny das histórias de Asterix, faleceu nesta terça-feira aos 92 anos, anunciou a família.

"Albert Uderzo morreu enquanto dormia em sua residência de Neuilly (nas proximidades de Paris) vítima de um ataque cardíaco, sem relação com o coronavírus. Estava muito cansado há várias semanas", afirmou à AFP seu genro, Bernard de Choisy.

Genial e modesto, Uderzo criou com Goscinny os quadrinhos de Asterix e Obelix em 1959.

Seis décadas mais tarde, 370 milhões de exemplares foram vendidos em todo o mundo, traduzidos para 111 línguas e dialetos.

Ao lado de Goscinny, falecido em 1977 aos 51 anos, Uderzo publicou 24 álbuns.

Durante muito tempo, Uderzo foi contrário à criação de novas histórias após a morte do amigo, mas acabou mudando de ideia.

Em 2011, ele passou o bastão a autores mais jovens, supervisionando o trabalho.