Alan Frank, ex-polegar, sobre acidente de moto após participar de comitiva de Bolsonaro: “Dói bastante”

·1 min de leitura
Alan Frank posta foto do Hospital Albert Einstein, após sofrer acidente de moto em comitiva em prol de Bolsonaro (Instagram )

Sucesso na década de 1980, o ex-polegar Alan Frank, 48, sofreu um acidente no último sábado, 12, em São Paulo, enquanto participava da ‘Motociata’ em prol do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Internado no hospital Albert Einstein, ele fez um vídeo para agradecer as mensagens de carinho e orações que recebem em suas redes sociais, e aproveitou para esclarecer como se envolveu no acidente.

"Infelizmente, no sábado, eu sofri um acidente de moto. Uma moto caiu na minha frente e acabou me derrubando. Quando eu estava me levantando, uma outra moto que vinha atrás acabou me atropelando. Me machuquei bastante e fui socorrido para o Einstein. Sofri fraturas na coluna, na coluna lombar L2, L3, L4, uma fratura incompleta do processo transverso. Uma fratura semelhante à que Neymar sofreu quando levou uma joelhada nas costas”, disse.

Leia também:

“O tratamento é conservador, não precisarei de cirurgia. Mas dói bastante estou a base de morfina e Tramal (analgésico), medicamentos bem fortes, e [estou] usando colete, vou ter que ficar de molho um tempinho em casa, mas a recuperação será completa se Deus quiser, e a expectativa, e o prognóstico é bom, muito obrigada por estarem comigo e obrigada pelas orações”, comemorou.

Durante o passeio de moto com o presidente, os organizadores estavam sem máscaras e aglomerados, descumprindo as principais medidas de segurança sanitárias, o que levou o Ministério Público a abrir um inquérito civil para identificar os responsáveis.