Agendar um dia para o sexo é bom para o relacionamento

Agendar um tempo com o seu parceiro é importante para nutrir intimidade. Foto: nito100 / iStockphoto

Por Maribel Barros

Um estudo, conduzido pela empresa Sleep Judge, e coletado pela revista Bustle, descobriu que as pessoas mais satisfeitas com seus relacionamentos são aquelas que agendam seus momentos de intimidade.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

E talvez o problema esteja na limitação do sexo para a hora de dormir, principalmente quando o casal já está estabelecido, com filhos. Mas isso seria um problema, porque, como a pesquisa notou, 59,7% dos homens e 76,2% das mulheres preferem uma boa noite de sono do que fazer sexo.

Leia também

Então programar o sexo pode ser a solução, e embora pareça estranho e chato, não precisa ser. De fato, de acordo com uma pesquisa do portal Health, 36% dos recém-casados ​​já fazem isso.

Como fazer isso funcionar?

Em geral, estamos acostumados a planejar atividades que nos entretêm e nos agradam, e com o sexo não deveria ser diferente.

A doutora Janice Epp, do Instituto de Estudos Avançados em Sexualidade Humana, de São Francisco, sugeriu ao jornal ‘HuffingtonPost’ que a primeira coisa, quando se programa sexo, é que deveria ser em um momento em que os dois certamente terão mais energia.

Além disso, considere que nem sempre é preciso se encontrar para fazer sexo, mas pelo menos agendar um horário para ficarem sozinhos, sem interrupções, e não falar sobre trabalho, contas a pagar ou filhos. Deveria, pelo menos, ser um momento para apenas estarem um com o outro.

Marcar o sexo com seu parceiro pode ser a melhor maneira de manter o relacionamento vivo. Foto: Ekaterina79 / iStockphoto

O Dr. Fleming, terapeuta especializado em casais, parece concordar com isso, e acrescenta, ao portal ‘Health’, que, ainda que quando se programa o encontro, não se sabe se naquele momento ambos vão querer algo, o importante é criar condições para que isso aconteça.

Ambos os especialistas concordam que, assim como ficamos animados com a ideia de ir a um show, jantar ou ir a uma festa, previamente agendados, a mesma coisa acabaria acontecendo com um encontro sexual com o seu parceiro. Essa emoção prévia deve ser um fator motivador para planejar o que fazer.

E, claro, também é importante considerar que esses encontros não precisam ser sobre ir direto para a ação. Talvez possam começar com uma reserva para o jantar e, em seguida, construir o clima para o momento em si.

O objetivo, no final, não é apenas fazer sexo com seu parceiro, mas também construir intimidade para fortalecer o relacionamento.