#Verificamos: É falso que Lula tenha dado uma ‘banana para a imprensa’ quando era presidente

(Foto: Reprodução)

por Chico Marés

Circula nas redes sociais que, assim como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já tinha “dado uma banana” para a imprensa, mas que, na época, ninguém se importava. Neste mês, Bolsonaro fez esse gesto ofensivo para jornalistas em duas ocasiões. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

(Foto: Reprodução)

“Lula já deu banana para a imprensa e repórteres achavam legal”

Título de texto publicado pelo site O Alerta que, até as 20h30 de 20 de fevereiro de 2020, tinha sido compartilhado por cerca de 900 pessoas no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O conteúdo refere-se a uma foto famosa do ex-presidente Lula, tirada pelo fotógrafo André Coelho, do jornal O Globo, na qual ele parece estar fazendo um gesto ofensivo. Na verdade, segundo reportagem do próprio O Globo, onde a imagem foi publicada pela primeira vez, o petista estava “batendo no antebraço, numa demonstração de força”.

Essa foto foi tirada na 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, no dia 26 de maio de 2010 – quando Lula ainda era presidente. Durante o discurso, o petista criticou a postura dos Estados Unidos sobre o acordo nuclear entre Brasil, Irã e Turquia, assinado na mesma época. “Tem gente que, em vez de se sentar a uma mesa para conversar, prefere mostrar ‘eu tenho força’”, disse. Foi nesse momento que ele fez o gesto registrado na foto.

Nesse discurso, assim como em diversas outras ocasiões, Lula criticou a imprensa por, no entendimento dele, não acreditar que o acordo nuclear era possível. “A imprensa brasileira, então, dizia: ‘O Lula? O cara que vem lá de Garanhuns? O cara não fala nem inglês, o cara quer falar com um árabe, com um persa? Não vai dar certo, ele vai quebrar a cara. Aquilo é coisa de gente grande’”, disse. Entretanto, em nenhum momento fez gestos ofensivos aos jornalistas presentes.

Já Bolsonaro deu uma “banana” para jornalistas que cobrem o Palácio da Alvorada em duas ocasiões neste mês. No dia 8, ele se irritou com a cobertura da imprensa sobre sua declaração a respeito dos pacientes com HIV. “Uma pessoa com HIV, além de um problema sério para ela, é uma despesa para todos no Brasil”, disse.

No dia 15, ele voltou a fazer gestos ofensivos para jornalistas após ser questionado sobre a redução do tamanho da biblioteca do Palácio da Alvorada para dar lugar a um escritório para a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.