Afinal, dá para saber se o ovo está estragado sem quebrar a casca?

Consumir um ovo estragado pode causar diversos problemas de saúde, entre eles uma forte intoxicação alimentar. A boa notícia é que isso é raro de acontecer, já que é possível perceber quando este alimento está próprio para o consumo ou não.

Casca deteriorada, cheiros e cores fortes, diferentes do padrão, costumam ser algumas das principais características físicas do ovo estragado. Porém, muita gente já foi pega de surpresa ao abrir um ovo direto na frigideira e perceber que ele estava podre — mesmo que, por fora, ele aparentasse estar normal.

Então, será que existe alguma maneira de saber que o alimento não está bom para o consumo sem precisar quebrar a casca? E como você pode evitar que ele estrague depois de comprado? Confira a seguir:

Como identificar um ovo estragado?

De acordo com a nutricionista do Instituto Ovos Brasil, Lúcia Endriukaite, além do forte odor e das cores diferentes da gema e da clara, quando o ovo está estragado, sua casca fica extremamente porosa, permitindo trocas gasosas entre o conteúdo interno e seu exterior.

De fato, é difícil de reconhecer por fora quando o ovo está começando a estragar. Para esses casos, segundo a especialista, uma boa dica para identificar a qualidade do ovo é colocá-lo na água: se o ovo estiver fresco, irá afundar; caso ele esteja mais envelhecido, irá flutuar, podendo estar impróprio para consumo.

...

Veja mais


Veja também

9 receitas saudáveis com mandioquinha para se deliciar
Clara de ovo no rosto traz benefícios? Confira
Hidratação com ovo funciona? Veja os benefícios para o cabelo
Comer ovo todo dia faz mal? Entenda qual é o limite saudável
Como evitar o contágio com vírus e bactérias nos alimentos