Britney Spears processa Kevin Federline por violação de privacidade

Britney Spears no GLAAD Media Awards em Beverly Hills, na California, Estados Unidos, em abril de 2018 ( Foto: REUTERS/Mario Anzuoni)
Britney Spears no GLAAD Media Awards em Beverly Hills, na California, Estados Unidos, em abril de 2018 ( Foto: REUTERS/Mario Anzuoni)

Os advogados de Britney Spears estão acusando o ex-marido da cantora, Kevin Federline, de violar “a privacidade e a dignidade da mãe de seus filhos”.

Mathew Rosengart explicou que a decisão de abrir o processo judicial foi tomada depois que Federline postou vídeos da cantora, de 40 anos, discutindo com seus filhos. Segundo os representantes de Britney, o pai dos meninos desrespeitou questões legais quando agiu desse modo.

“Quer ele perceba ou não, Federline não apenas violou a privacidade e a dignidade da mãe de seus filhos, ele prejudicou seus próprios filhos, cuja privacidade ele deveria proteger… postar um vídeo antigo de seus filhos com 11 e 12 anos foi algo cruel, coisa de gente que vive no fundo do poço. Ele não tinha a permissão para gravar Britney sem o conhecimento dela", comentou o advogado em contato com o MailOnline.

Federline revelou, em uma entrevista recente, que Sean, 16, e Jayden, 15, optaram por não ver a mãe nos últimos meses, e reativou sua conta no Instagram essa semana para postar vídeos mostrando Britney batendo boca com os adolescentes.

Após a confusão, Federline apagou os vídeos de sua rede social e deixou seu perfil completamente inativo.

O advogado de Britney acrescentou que entrou em contato com o Instagram para garantir que Federline "passe a seguir as regras da plataforma".

“Enquanto isso, como a própria Britney disse, de forma categórica, o que quer que esteja acontecendo entre ela e seus filhos deve permanecer entre família. Pedimos a Federline que aja com decência e pare de discutir publicamente assuntos privados, que não beneficiam ninguém".