Advogado de direitos civis representará família de menino em coma após show de Travis Scott

·1 min de leitura
Advogado norte-americano Benjamin Crump

(Reuters) - O proeminente advogado de direitos civis norte-americano Benjamin Crump disse que é parte de uma equipe legal contratada pelos pais de um menino que está em coma induzido desde que foi pisoteado no festival musical Astroworld, em Houston.

O menino de 9 anos, identificado por Crump somente como "EB", sofreu ferimentos potencialmente fatais no show do final de semana encerrado pelo astro de hip-hop Travis Scott, que terminou com oito mortos e dezenas de feridos depois de um tumulto

"Este menininho tinha toda a vida à sua frente, uma vida que atualmente está ameaçada por causa da má administração irresponsável que ocorreu no Astroworld Festival", disse Crump em um comunicado emitido na noite de segunda-feira.

Ezra Blount, de 9 anos, estava nos ombros do pai e caiu durante o tumulto, de acordo com a rede NBC News.

Quando a família conseguiu localizá-lo no Hospital Pediátrico do Texas, ele estava em coma para combater um traumatismo craniano.

"Tem um monte de coisas que poderiam ter evitado isso", disse Taylor Blount, a tia da vítima, no programa "Today" da NBC.

O chefe de polícia de Houston disse que se reuniu brevemente com Scott para expressar suas "preocupações de saúde pública" antes de o rapper subir ao palco.

O incidente fatal de sexta-feira provocou uma avalanche de processos em nome de membros da plateia, e a polícia está iniciando um inquérito criminal sobre a tragédia.

Fãs descreveram um cenário caótico após uma escalada contínua de comportamentos disruptivos ao longo de várias horas.

(Por Maria Caspani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos