Advogado de menino supostamente abusado por José Dumont acredita em premeditação

Resumo da Notícia:

  • José Dumont foi preso em flagrante por suspeita de pedofilia

  • O ator teve um habeas corpus negado pela justiça e segue privado de liberdade

  • A mãe do menor suspeito de ser vítima afirmou que nunca notou comportamentos estranhos

Uma semana após a prisão do ator José Dumont, de 72 anos, por pedofilia e suspeita de abuso de um menor de 12 anos, o advogado da família da suposta vítima falou pela primeira vez sobre o caso. O veterano está preso no sistema penitenciário do Rio de Janeiro.

André Garcia, que atende ao adolescente e a família, avaliou e as atitudes do ator foram “premeditadas”, segundo informou o portal Metrópoles. “Foi tudo muito premeditado. Primeiro ele ganhou a confiança para, depois, atacar”, avaliou o profissional do direito.

A mãe do menino havia conversado com o “Jornal da Record” e contou que nunca havia notado um comportamento estranho. “Aos finais de semana, ele [o filho] vinha até o meu comércio e foi daí que ele conheceu [o José Dumont]. Ele nunca foi até a casa do ator. Aos finais de semana, quando o meu filho ia até o meu comércio, ele [José Dumont] era cliente frequente e sempre perguntava como ele tava no teatro”, lembrou.

A defesa de José alegou que ele se considera um padrinho do menino durante o pedido de habeas corpus do ator, mas as justificativas não foram aceitas pela Justiça e a prisão foi mantida.