Sempre discreta, Adriana Esteves revela desejo para as eleições de 2022

Adriana Esteves comentou sobre a política nacional  (Fotos: ANDRÉ HORTA / BRAZIL NEWS)
Adriana Esteves comentou sobre a política nacional (Fotos: ANDRÉ HORTA / BRAZIL NEWS)

Resumo da Notícia:

  • Adriana Esteves está esperançosa por mudanças na política nacional

  • A atriz, sempre discreta, não se negou a comentar sobre o futuro do Brasil

  • A eterna Carminha foi indicada a Melhor Atriz por sua atuação em "Marighella"

Adriana Esteves é uma atriz que evita ao máximo expor a sua vida pessoal e não é afeita a opinar sobre temas espinhosos, mas perguntada pelo Yahoo sobre sua posição política, ela não se calou. A atriz e a reportagem se encontraram durante o 21º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro.

Concorrendo ao título de Melhor Atriz por sua atuação em “Marighella”, que é uma obra que conta a história de Carlos Marighela, um brasileiro que lutou arduamente contra a ditadura. O filme retrata um momento sensível do país e foi lançado durante o atual governo.

Com eleições gerais programadas para outubro, ela comentou: “Tenho certeza que nós vamos ter a vitória que a cultura merece, né? É nossa responsabilidade.” No longa, dirigido por Wagner Moura, ela interpreta a esposa do guerrilheiro.

“Alegria e orgulho de estar sendo uma das indicadas de um filme que me orgulho muito de ter trabalhado, que é “Marighella”. Então hoje aqui eu estou com calma e com o coração tranquilo”, afirmou sobre a premiação. Adriana perdeu o troféu Grande Otelo para Dira Paes.

Vale lembrar que durante o governo de Jair Bolsonaro (PL), o então Ministério da Cultura foi reduzido a uma secretaria subordinada ao Ministério do Turismo. A pasta também tentou centralizar autorizações para fomento cultural com apoio governamental, mas não conseguiu fazer com que as Leis Aldir Blanc I e II e a Lei Paulo Gustavo fossem geridas por eles. A classe artística também denuncia o desmonte de instituições como a Ancine.