Adele "nunca esteve tão nervosa" como antes de shows ​​em Las Vegas

Adele no Grammy Awards em Los Angeles

LAS VEGAS (Reuters) - Adele diz que "nunca esteve tão nervosa antes de um show" ao iniciar apresentações adiadas em Las Vegas, nesta sexta-feira, 10 meses depois de adiá-las no último minuto.

As canções que chegaram ao topo das paradas "Hello" e "Easy On Me" enfrentaram uma reação negativa online em janeiro, quando, em um vídeo choroso, ela se desculpou com os fãs dizendo que não poderia realizar sua residência "Weekends with Adele" no hotel Caesars Palace porque metade de sua equipe estava doente com Covid-19 e a pandemia causou atrasos na entrega.

Ela disse que sua equipe "tentou absolutamente de tudo", mas "foi impossível finalizar o show". As apresentações deveriam começar no dia seguinte e alguns fãs estavam indo para Nevada quando receberam a notícia.

Na noite de quinta-feira, a cantora e compositora compartilhou no Instagram uma foto de si mesma ensaiando em um cenário de fotos da infância.

"Estou muito emocionada, incrivelmente nervosa, mas não consigo ficar parada porque estou muito animada ... Sempre fico com medo antes dos shows e considero isso um bom sinal porque significa que me importo e significa que só quero que façamos um bom trabalho", escreveu ela.

"Talvez seja porque eu não comecei quando deveria. Talvez seja porque é a noite de estreia, talvez seja porque o Hyde Park foi tão bom, talvez seja porque eu amo o show, não sei. Mas é seguro dizer que eu nunca estive tão nervosa antes de um show em minha carreira, mas ao mesmo tempo gostaria que hoje fosse amanhã! Mal posso esperar para vê-los", acrescentou.

A britânica de 34 anos fez dois shows no Hyde Park de Londres no verão passado. Seus shows em Las Vegas vão até março.

Em uma entrevista a uma rádio em julho, Adele abordou o adiamento de janeiro, dizendo que "definitivamente sentiu a decepção de todos" e "ficou arrasada".

(Reportagem de Marie-Louise Gumuchian)