Adele não plagiou Chico Buarque, afirma equipe do cantor após polêmica

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A equipe de Chico Buarque negou que Adele tenha plagiado o músico em sua canção "To Be Loved", do seu último álbum "30".

Neste fim de semana, internautas apontaram semelhanças entre "Eu Te Amo", composta por Chico e Tom Jobim, e "To Be Loved", de Adele. O maestro Luiz Cláudio Ramos chegou a ser acionado para analisar as composições, mas a equipe do cantor afirmou à reportagem que não há nenhuma semelhança entre as duas músicas.

A reportagem procurou a Sony Music, que representa Adele no Brasil, mas não obteve resposta oficial até a publicação desta matéria.

No mês passado, a cantora britânica foi acusada pelo compositor Toninho Geraes de plagiar "Mulheres", uma canção sua eternizada na voz de Martinho da Vila, em "Million Years Ago", faixa que faz parte do álbum "25", lançado em 2015.

Responsável pelo caso, o advogado Fredímio Trotta diz que, em termos técnicos, 87% da composição de Adele é idêntica ou muito semelhante à de Toninho, que quer receber tudo o que a cantora lucrou com a música, além de ser creditado como autor da canção.

As análises que apontam o plágio são de autoria de três peritos musicais contratados pelo advogado, que também encomendou a produção de um arquivo em que sobrepõe "Million Years Ago" a "Mulheres" na voz da cantora Juliana Viana.

Trotta ainda não entrou na Justiça. Ele afirma que sua equipe está finalizando "um vídeo comparativo com as duas melodias sobrepostas, interpretadas pela mesma cantora", que deve fica pronto na próxima quarta-feira (24). Segundo o advogado, o plano é entrar com a ação antes do recesso de fim de ano, que começa em 17 de dezembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos