Acusado de arrogância, ex-BBB Vyni dispara contra Eslovênia e ganha apoio de Naiara

A ex-BBB Eslovênia causou polêmica após dizer que não tem mais contato com Vyni, seu amigo da época do confinamento. Em entrevista ao podcast de Gabi Prado, a modelo explicou que o brother não é mais a mesma pessoa, mas tentou evitar criticá-lo diretamente.

"Eu acho que lá dentro conheci um Vyni e aqui, por ele estar em outra fase da vida dele, ele é outra pessoa. E que bom! A gente vai mudando, isso é legal e admirável. Mas não tenho como definir porque não sou próxima dele, então não posso falar. Posso falar do Vyni que conheci lá dentro, que é uma pessoa extraordinária. Não tenho contato com ele", afirmou.

Em seus stories, Vyni rebateu a fala da ex-amiga e as acusações das redes sociais de que tenha se tornado uma pessoa arrogante. "Sempre chega alguém que diz que você está se achando quando melhora de vida, que o sucesso subiu na cabeça. Quanto mais você consegue suas coisinhas, mais as pessoas falam isso. É errado. Continuo a mesma pessoa que vocês conheceram, mas agora tô mais esperto, seletivo e me amando mais", disparou.

Nas redes sociais, Naiara Azevedo defendeu o amigo, afirmando que Vyni continua a mesma pessoa divertida e doce que conheceu no confinamento. "Vyni é uma pessoa icrível!!! Eu amo! E falo com ele toda semana. Para mim, continua sendo a mesma pessoa, a mesma essência, só que agora com muitas oportunidades a serem aproveitadas e uma agenda cheia de compromissos a serem cumpridos! Graças a Deus! Voa menino Vyni".

Papel perdido

Vyni perdeu a sua primeira oportunidade de engatar uma carreira de ator após pedir um valor absurdo para atuar em um longa independente protagonizado por Zezé Motta. Segundo o colunista Gabriel Perline, do iG, o valor pedido pelo ex-"Big Brother Brasil 22" era três vezes maior que o da veterana.

Sem experiência na atuação, Vyni declarou que só aceitaria fazer a sua estreia se recebesse R$ 80 mil pela participação. De acordo com o jornalista, esse seria o valor referente ao pagamento a três atores de "Janelas...", filme do dramaturgo e cineasta Luciano Santiago, que já conta com Georgina Castro ("Um Lugar ao Sol"), Luiz Carlos Vasconcellos ("Amor de Mãe") e Sérgio Menezes ("Quanto Mais Vida, Melhor!").

A oferta feita a Vyni era de R$ 30 mil, com transporte, hospedagem e alimentação bancados pela produção. Ele ainda ficaria sob os cuidados do diretor, que tem mais de duas décadas de experiência em tratamento de atores, para se preparar para interpretar Deto, um papel pensado para o ex-brother. Apesar de já ter confessado que tinha o desejo de atuar, o valor muito acima da média acabou impossibilitando a contratação do ex-brother.

O longa, que é baseado no livro homônimo de Santiago, conta a história de Laura, uma mulher com lapsos de memória, que não sabe se é médica ou bailarina. Para não esquecer a própria identidade, os amigos dela, Glória, Simone e Deto, ajudam Laura a revisitar a sua trajetória.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos