Acusada de racismo, Luísa Sonza adia turnê por não conseguir focar no projeto

***ARQUIVO*** RIO DE JANEIRO, RJ, BRASIL, 04-09-2022: Show da cantora Luísa Sonza, no palco Sunset, durante o terceiro dia do primeiro final de semana do festival Rock in Rio, no Parque Olímpido, na zona oeste do Rio de Janeiro. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO*** RIO DE JANEIRO, RJ, BRASIL, 04-09-2022: Show da cantora Luísa Sonza, no palco Sunset, durante o terceiro dia do primeiro final de semana do festival Rock in Rio, no Parque Olímpido, na zona oeste do Rio de Janeiro. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Luísa Sonza resolveu mandar um recado para os fãs depois que ela deu uma sumida nas redes sociais e até adiou a estreia da turnê, "O Conto dos Dois Mundos", que ela apresentou em primeira mão no Rock in Rio, no início deste mês. A cantora assumiu que anda abalada com processo de racismo que a advogada Isabel Macedo move contra ela.

"Estou sumida daqui, pois estou resolvendo todo o caso com a Isabel. Estou procurando a melhor forma para resolver isso da maneira mais correta, certa possível, de acordo com todos meus ideais", começou Luísa, garantindo que irá aparecer novamente para se desculpar com o público assim que sua situação na Justiça for resolvida.

Além de explicar seu afastamento das redes, Luísa, 24, também falou da turnê que iria começar no dia 1 de outubro e foi adiada para 19 de novembro. A cantora afirmou que tomou a decisão pois não conseguiu focar no projeto.

"Escolhi adiar o lançamento da turnê 'O Conto dos Dois Mundos', porque eu não consegui ensaiar, nem tenho cabeça para isso agora. Sem cabeça. Não acho que é hora de eu fazer uma coisa que vai ser o maior projeto da minha vida", comentou para logo concluir: "A turnê foi adiada, não foi cancelada".

Isabel Macedo processa Sonza por racismo e pede R$ 10 mil por danos morais. A ação foi movida em 2018, mas tornou-se pública em 2020. De acordo com a advogada, Luísa a confundiu com uma funcionária de uma pousada em Fernando de Noronha, onde as duas estavam hospedadas. A cantora pediu água e ainda destratou a mulher por não ter seu pedido atendido.

Na época, Luísa Sonza desmentiu as acusações. "Gente, tudo isso é mentira! Não acreditem nisso! Eu jamais teria esse tipo de atitude. Vocês me conhecem bem, sabem qual é meu caráter, minha índole. Eu jamais ofenderia outra pessoa por conta da cor de sua pele. Jamais! Essa acusação é absurda", disparou.

Há uma semana, Luísa assumiu o erro, mas foi acusada por alguns internautas que não pediu desculpas pelo caso de racismo. Ela também prometeu que irá fazer "a coisa certa" assim que o caso estiver resolvido. "Quero realmente fazer a coisa certa e que esteja de acordo com o que eu sempre acreditei e com o que eu sempre falei, vou continuar sendo aliada e agora de uma maneira mais séria ainda [...] Mas, eu volto aqui falar sobre isso, tá?", finalizou a cantora.