Acusada de cuidar de Maradona por dinheiro, irmã discute ao vivo na TV: 'Herança não me interessa'

Extra
·1 minuto de leitura

A partilha dos bens de Maradona ainda não foram definidas, mas as brigas familiares já começaram a ocorrer. No programa de TV argentino "Los ángeles de la mañana", a apresentadora Yanina Latorre, disse, por meio de fontes, de que as irmãs do jogador só cuidavam dele mediante pagamentos.

"Todas tiravam dinheiro dele e Ana era quem ganhava mais, pelos filhos. Elas só iam (cuidar de Maradona) se tivesse envelopes de 100 mil pesos (R$ 6300) por fim de semana", leu Yanina Latorre uma mensagem que disse ser de uma fonte.

Pouco tempos depois da revelação, Ana entrou ao vivo, por telefone, para participar do programa e desmentir as acusações feitas pela apresentadora.

"Esta senhora não sabe de nada. Foi mandada pelas filhas do meu irmão. Isso é desrespeitoso. Eu cobrava para estar com o meu irmão? De onde tirou isso? Quero provas. Diego (Maradona) era muito generoso, sim. Mas não vivíamos como ele", disse Ana, que complementou que não estava visitando o irmao apenas durante a pandemia: "Mas tínhamos contato por telefone o tempo todo. E quando ele foi internado, estávamos todos lá falando sobre o carinho e respeito que sempre tivemos. A última irmã que o viu foi Kity, no dia da alta".

Na conversa, a irmã mais velha do camisa 10 falou ter dívidas e fez críticas à primeira esposa do irmao, Claudia Villafañe, e as filhas do casal. Ana falou ainda que nem ela ou as irmãs têm interesse na herança.

"Herança não me interessa. Se fomos a programas de TV é porque Maradona nos pedia. Porque ele foi abandonado pelas filhas que não o visitavam", desabafou Ana, que complementou: "Não estou contra ninguém, mas elas estão contra nós".