Abertura do remake de "Pantanal" agrada, mas público sente falta de onça virando mulher

Cristina Oliveira e Alanis Guillen nos bastidores de
Cristina Oliveira e Alanis Guillen nos bastidores de "Pantanal" (Foto: divulgação/Globo)

Depois de muita especulação sobre quem seriam os protagonistas e expectativa para vermos as primeiras cenas, o remake de "Pantanal", nova novela das 9 da Globo, finalmente estreou e um dos pontos que chamou a atenção dos internautas foi a abertura da trama.

Para quem não se lembra, o início dos capítulos da versão original, transmitida pela Rede Manchete em 1990, era marcado pela imagem de uma onça que andava pela mata e, aos poucos, se transformava em uma mulher nua, que ainda aparecia mergulhando em um rio.

A Globo, no entanto, optou por um compilado de cenas (deslumbrantes, diga-se de passagem) do Pantanal, focando na beleza natural da região. Os internautas aprovaram, porém, boa parte sentiu falta de um take que faça referência direta à capacidade que Juma Marruá, a personagem principal, tem de se transformar em onça para se defender. Veja alguns comentários:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.