“A Fazenda” murchou? Motivos de por que reality perdeu seu brilho

Guilherme Machado
·3 minuto de leitura
Marcos Mion é o apresentador de 'A Fazenda' (Divulgação / Record TV)
Marcos Mion é o apresentador de 'A Fazenda' (Divulgação / Record TV)

“A Fazenda 12” estreou bombando e se tornou um dos entretenimentos favoritos do brasileiro. Após o sucesso do “BBB 20”, ficou claro que o reality da Record ocupava um espaço essencial durante este período de pandemia: entretenimento original, que ajuda a esquecer os problemas do dia a dia. Entretanto, a atração perdeu bastante gás nos últimos dias, e, apesar de ainda repercutir, está ficando cada vez mais desinteressante.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Mas por que o reality que estava tão em alta do nada começou a ficar decepcionante? Eis aqui alguns motivos:

Saída de personagens impactantes

Sim, Luiza Ambiel e Mirella, por exemplo, foram duas figuras que tiveram atitudes extremamente questionáveis dentro de “A Fazenda”. Porém, as duas eram grandes causadoras de conflito, e ajudavam o jogo a seguir em frente e a manter o interesse do público.

Goste ou não, um dos objetivos do reality é gerar conflitos e barracos, e as duas eram figuras que provocavam isso. Como vilãs, elas faziam a novela girar. A saída das duas, fez com que o programa perdesse personagens cruciais.

Mas não foram só elas: Raíssa, outra figura popular, que se tornou centro das atenções, também foi eliminada, chocando espectadores.

Não demorou até que começassem a surgir comentários nas redes de que “o público não sabe votar”. E sinceramente, não parece um argumento tão injusto, uma vez que, com a perde de alguns de seus participantes mais interessantes, a atração foi cada vez mais perdendo força.

Interferências externas

Vamos estabelecer uma coisa: sim, fãs podem achar muito divertido usar carros de show para chamar a atenção de seus ídolos. Mas essa prática interfere diretamente no reality, e faz com que ele perca sua naturalidade e mexe com o jogo de uma forma nada saudável.

Um dos exemplos mais gritantes foi o de Mirella, quando fãs deram uma série de dicas de atitudes que ela precisa mudar dentro da casa. O que aconteceu? Ela mudou seu jeito e fez com que o programa perdesse parte de seus conflitos, que são o grande atrativo.

E isso não foi um incidente isolado: fãs de Biel também tentaram mandar um carro. Esse tipo de atitude mexe diretamente na dinâmica do isolamento e rouba a essência do reality. Em outras palavras: o torna menos interessante.

Má organização

É também preciso destacar que, em geral, a Record não tem feito o melhor dos trabalhos na condução do reality. Para começar, as provas são extremamente mal organizadas e um erro já provocou até uma suspensão de roça.

Depois, tem a questão dos VTS, muitos simplesmente longos demais que parecem estar lá só para encher linguiça. Tem o quadro do Carioca, que é tão ruim que nem merece mais detalhes.

Mas o principal e imperdoável dos problemas: o reality s estende infinitamente, e sempre adentra a madrugada, principalmente em roças, o que torna a missão de assistir ao programa em uma tarefa ingrata. As pessoas precisam dormir, Record.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube