'A Dona do Pedaço': autor muda cena em que Britney fará revelação

Foto: Reprodução/Globo

A cena em que Britney (Glamour Garcia) conta para Abel (Pedro Carvalho) que é transgênero vai ao ar na próxima quarta-feira (21) em ‘A Dona do Pedaço’. O confeiteiro ficará abalado com a notícia e brigará com a contadora.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Na primeira versão escrita por Walcyr Carrasco, Abel dispararia vários xingamentos contra a namorada. No entanto, segundo a colunista Patrícia Kogut, Walcyr decidiu mudar a cena e tornar tudo mais leve.

Leia também

Abel ficará magoado por ter sido o último a saber do segredo de Britney, mas não subirá o tom como estava previsto anteriormente. A revelação acontecerá quando o cozinheiro se incomodar, mais uma vez, com um “volume” ao abraçar a amada.

“Não é coisa estranha. É o detalhe. Sou trans. Ufa, saiu”, dirá ela. “Foi difícil dizer, mas tomei coragem e falei. É isso, Abel... eu sou trans. Quer dizer que sou mulher. Mas nasci com outro corpo, entende? Nasci num corpo masculino”, explicará a irmã de Rock (Caio Castro).

No roteiro anterior, Abel diria que deveria dar uma surra em Britney por tê-lo enganado. Ele também afirmaria que não existe transição e seria bem grosseiro com a trans. Ao Yahoo!, o ator Pedro Carvalho falou sobre a missão que seu personagem carrega.

Britney sofrerá com Fabiana

A irmã de Vivi Guedes (Paolla Oliveira) se tornará dona da fábrica de bolos de Maria da Paz (Juliana Paes) após chantagear Josiane (Agatha Moreira). Com a intenção de colocar ordem em tudo, a ex-noviça implicará com os horários dos funcionários e até arrumará treta com Britney (Glamour Garcia).

Fabiana chamará a transexual para conversar e lembrará que foi criada em um convento, nunca conviveu com pessoas como ela e não está preparada para tanta “modernidade”. Na sequência, a vilã perguntará como Britney se chamava antes de assumir a identidade atual.

Assim que a contadora disser que seu nome era Rarisson, Fabiana explicará que a contadora só será chamada assim daqui pra frente. “Não tenho preconceito nenhum. Respeito cada um como é. Mas Rarisson terá que trabalhar vestida de homem”, afirmará a megera.