9 coisas que você não deve falar (jamais!) para pessoas trans

Segundo o último levantamento realizado pela Transgender Europe (TGEU), em 2021, o mundo registrou 375 assassinatos de pessoas transgêneras, travestis e não binárias. Só no Brasil, no mesmo período, 125 casos foram reportados, ou seja, 33% do total.

Esses dados refletem uma boa parcela da violência sofrida por essa população e evidenciam a existência da transfobia na sociedade. E, até hoje, essa realidade é fomentada por falas que, para algumas pessoas, podem soar como inofensivas.

Essas frases ajudam na propagação da transfobia e afetam diretamente a saúde mental das pessoas trans e travestis, de acordo com a psicóloga Ediane Ribeiro.

"A transfobia gera comportamentos de ódio, intolerância e estigmatização que podem afetar desde o sentimento de pertencimento da pessoa trans até seu senso de segurança", afirma a psicóloga. Pensando nisso, listamos nove expressões e comportamentos que devem ser excluídos do seu cotidiano para combater a transfobia.

1. “Já operou? Toma hormônios?”

De maneira alguma busque validação para a transição de uma pessoa. Perguntar se uma pessoa transgênero ou não binária já realizou algum tipo de cirurgia ou terapia hormonal, além de ser deselegante, pode ser considerado muito invasivo. Isso porque nem todas as pessoas transgêneras pretendem realizar qualquer tipo de procedimento ou terapia hormonal, o que não invalida sua transgeneridade.

Leia mais: Redesignação sexual: o que é, quanto custa e como é feita

2. “Qual seu nome de verdade?”

...

Veja mais


Veja também

Estresse: quais os sintomas físicos e emocionais?
Dependência química - Sintomas, Tratamentos e Causas
9 coisas que você não deve falar (jamais!) para pessoas trans
6 razões que podem explicar por que você está sempre atrasado
Terapia da escrita: conheça os benefícios para o bem-estar e autoconhecimento