7 fatos que você precisa saber sobre as lentes de contato dental

·3 minuto de leitura
Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

As opções de tratamentos estéticos na odontologia vão muito além do clareamento dental. A técnica chamada de lentes de contato, por exemplo, aplica um fino material na parte externa do dente, que tem o intuito de modelar o formato e entregar um sorriso mais alinhado. Queridinho entre os famosos, o recurso ganhou fama e passou a ser procurado também por anônimos nos consultórios dos dentistas. Mas, antes de optar pelo procedimento, que é irreversível, é importante saber um pouco mais sobre ele.

Veja mais conteúdo de saúde bucal

1. Para quem é indicado?

O procedimento com lentes de contato é indicado para pacientes que estão insatisfeitos com a estética do sorriso. As lâminas podem ser usadas para fazer correções sutis no formato dos dentes e na estrutura da arcada. São três usos principais: fechar espaços, aumentar o tamanho ou a largura dos dentes, e fazer pequenas correções na coloração do esmalte dental. É importante ressaltar que o tratamento pode ser usado para corrigir um dente específico ou todos, dependendo de cada caso.

2. Do que são feitas?

As lentes de contato dental podem ser feitas em diferentes materiais. O mais usado e recomendado, no entanto, é o dissilicato de lítio, tipo de cerâmica resistente e que entrega aparência natural. Independentemente da opção escolhida, o ideal é que a espessura da lâmina tenha entre 0,2 milímetros e 0,5 milímetros – se for maior que isso, o acabamento pode ficar grosseiro.

3. Desgaste do dente

Apesar de as lentes de contato serem extremamente finas, elas podem acabar impulsionando o lábio para frente caso sejam aplicadas diretamente no dente. Para evitar esse aspecto nada natural, os dentistas precisam desgastar a superfície do órgão em uma quantidade equivalente à espessura da lâmina. Isso significa que, uma vez que o procedimento é realizado, não tem volta. As lentes são poderão ser removidas para dar lugar a novas facetas.

4. Procedimento indolor

A raspagem dos dentes para a aplicação das lentes de contato costuma ser indolor. Mas, caso o dentista precise fazer um desgaste mais profundo, que chegue à dentina – parte que fica logo atrás do esmalte –, é recomendável a aplicação de anestesia para evitar qualquer desconforto ao paciente.

Assim que o desgaste dos dentes for concluído, o profissional aplica um adesivo líquido na estrutura e colar a lâmina. Em média, um procedimento que compreende todo o sorriso pode ser feito em cerca de cinco sessões de até uma hora e meia cada.

5. Durabilidade das lentes de contato

Embora a técnica seja irreversível, não significa que ela é definitiva. De forma geral, as lentes de contato dental duram cerca de 10 anos. Durante as visitas regulares ao dentista – de seis em seis meses –, o profissional vai verificar a situação das lâminas e indicar quando elas devem ser substituídas.

A longevidade depende da higiene bucal do paciente e de seus hábitos. As práticas de roer as unhas e usar os dentes para abrir embalagens, por exemplo, podem comprometer o tratamento. Vale ressaltar que quem tem bruxismo só pode embarcar no procedimento se aceitar usar uma placa de silicone durante a noite, para evitar a quebra das facetas.

6. Dentista especializado

Como existe a necessidade de desgaste e um cuidado em relação à estética do sorriso, é importante procurar um profissional qualificado para realizar o procedimento. Isso porque, se a lente de contato for colocada de forma errada, ela pode acabar criando um degrau entre a lâmina e o dente. Esse espaço é convidativo para o acúmulo de bactérias e a formação de cárie. Assim, pode acabar desencadeando inflamação na gengiva e, consequentemente, perda de dentes.

7. Saúde bucal em dia

É importante destacar que o profissional qualificado também vai fazer uma avaliação prévia da saúde bucal do paciente. Caso ele apresente cáries, doenças periodontais e outros problemas, será necessário tratá-los antes de aplicar as lentes de contato. Do contrário, esses incômodos podem comprometer o resultado.