7 coisas que sua vagina pode estar tentando te dizer

Crédito de imagem: GettyImages

Ouçam bem, senhoritas: as vaginas são INCRÍVEIS.Não somente por proporcionarem orgasmos e o ciclo reprodutivo, mas porque elas podem estar dizendo estas 7 coisas sobre sua saúde:

  1. Você está limpando demais

Nós entendemos, você quer ficar cheirosa e sua vagina é uma das áreas-chave, com grande potencial de cheirar mal. Mas por favor, pelo amor de tudo que é da vagina, pare de lavá-la com sabonetessecos, irritantes ecausadores de infecção. Uma das muitas coisas mágicas sobre a sua vagina é que ela se limpa sozinha, então todo aquele produto caro de banho que você está colocando lá não é apenas um desperdício de $ $ $, ele pode realmente estar fazendo mais mal do que bem. Use um produto livre de fragrância para lavar a área em torno de sua vagina (vulva, se formos utilizar termos técnicos) uma vez por dia e você deve se sentir limpinha, sem a necessidade de lenços perfumados ou algo parecido.

  1. Você está com uma infecção

O corrimento diário é normal e saudável, mas se você está achando que o seu mudou drasticamente em relação à cor, consistência oucheiro, é provável que sua vagina esteja te dizendo algo. Duas das infecções vaginais mais comuns são a cândida, que causa corrimento branco espesso e coceira,e a vaginose bacteriana, que causa excreções finas e aquosas e um cheiro forte, especialmente após o ato sexual. Nenhuma delas é séria, você só precisa fazer uma visita ao médico para iniciar o tratamento, que geralmente envolve um ciclo curto de antibióticos e um creme ou gel tópico. Mas é importante fazer um exame completo, apenas no caso dos sintomas estarem realmente sinalizando algo que exija mais atenção, especialmente se você estiver grávida.

  1. Você contraiu uma DST

Corrimento ocorrendo, mas não é uma infecção? Uma DST (Doença Sexualmente Transmissível) também pode ser a culpada. A clamídia, por exemplo, pode não apresentar sintomas, mas quando um corrimento intenso começa a aparecer, esse é um dos alertas mais comuns. A gonorreia e o herpes genital podem se apresentar de forma semelhante, além de causar bolhas dolorosas nas áreas ao redor da vagina e sangramentos inesperados. Você pode evitar DST usando preservativo, obviamente, mas se estiver contaminada, visite seu médico ou centro de saúde local para obter orientação sobre o caminho certo para a recuperação.

  1. Você é alérgica a preservativo

Em um daqueles momentos de “a vida só pode estar brincando comigo”, a contracepção pode, na verdade, causar os mesmos problemas se você for uma das mulheres azaradas que têm alergia ao látex. É surpreendentemente comum: cerca de 6% da população é afetada pela coceira, erupções cutâneas e formação de bolhas em suas áreas mais íntimas sempre que acabam de ter contato com opreservativo. Se você costuma ter esses problemas depois do sexo, tente trocar sua marca usual por uma alternativa livre de látex,que oferece a mesma proteção, sem os efeitos colaterais desagradáveis.

  1. Você está vestindo a calcinha errada

O cantor Sisqo, autor da música “Thong Song” (“Música da Calcinha”) pode ficar decepcionado com essa informação, mas é porque ele não corre o risco de desenvolver uma vaginose bacteriana ou outras coisas horríveis toda vez que usa uma. Embora a minúscula roupa íntima não cause automaticamente problemas vaginais, se você está propensa a desenvolver infecções, é melhor dar um tempo delas. Não é apenas o tamanho que importa, escolher fibras sintéticas e ajustes desconfortáveis pode rapidamente fazer com que uma vagina saudável entre em colapso. Então escolha tecidos arejados, como o algodão e use apenas rendas ou seda quando tiver certeza de que vai tirá-las,breve…

  1. Você está comendo muito carboidrato

Pizza, oba! Rosquinha, eba! Bebida, pão e massas, simmm! Infecções fúngicas! Ah… buá! E a má notícia é que tudo isso pode estar relacionado. Se você está exagerando na farinha branca e no açúcar, não será apenas a sua cintura que sentirá os efeitos. O equilíbrio dos fungos (ou cândida) da sua vagina é uma coisa delicada, e enquanto os especialistas ainda estão procurando as respostas certas, algumas mulheres acham que devorar docesas leva ao território de infecção. Acredita-se ser um fator que contribui e não uma causa e efeito, mas se você tiver uma súbita onda de infecções fúngicas, se jogar no açúcar certamente não causará nenhum mal a você.

  1. Você está muito estressada

O estresse pode causar toda uma série de problemas na área ginecológica, desde secura severa até uma maior chance de infecção. A razão para este último é que quando você está estressada, seu corpo libera um hormônio chamado cortisol, que derruba seu sistema imunológico e deixa você mais propensa a desenvolver doenças (a última coisa que você precisa quando já está se sentindo um lixo). Levar a sério o controle do estresse também é essencial para todas as áreas do seu corpo e para o seu bem-estar mental, portanto, o fato de poder ajudar a manter sua vagina saudável também deve ser um bônus adicional.

The Hearst Network