6 motivos para exaltarmos (ainda) mais Luísa Sonza

Foto: Reprodução/Instagram (@luizasonza)

Nós bem sabemos que se tornar um grande ícone pop no Brasil não é tarefa fácil. Artistas como Anitta, Pabllo Vittar e Ludmilla vivem recebendo mil e uma críticas nas redes sociais por seus posicionamentos de assuntos diversos ou até mesmo gafes que possam ter cometido durante a carreira.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Com Luísa Sonza não é nada diferente. A cantora, que conta com hits como “Devagarzinho” e “Boa menina” já foi muito criticada pelos haters e até mesmo por seus seguidores - principalmente com seu posicionamento sobre o desentendimento do marido com o também humorista Carlinhos maia.

Leia também

Com tudo, a esposa de Whindersson Nunes tem cada vez mais se mostrado um ser humano decente (vamos te falar que está difícil no mundo dos famosos). Entre causas humanitárias, gerenciamento de crises, a cantora sabe muito bem transformar uma ofensa em aprendizado.

Duvida? Então te mostramos abaixo alguns casos de sucesso da famosa:

Empatia com o marido

Desde que Whindersson Nunes revelou que está com depressão, a cantora tem dedicado um tempo especial para ficar com o marido. Luísa postou vários vídeos em que aparece brincando ao lado do humorista, assistindo séries e fazendo coisas consideradas simples na companhia do rapaz.

“Decidi parar um pouco, mas não parei totalmente como ele parou”, disse ela, que explicou que Whindersson tem atestado e ela não, então precisa tomar cuidado com os contratos que já foram assinados.

Empoderando mulheres

No início do ano, Luisa teve uma foto íntima vazada em seu próprio Instagram e logo se explicou: “Ontem eu estava tentando entrar no Instagram porque eu tinha já perdido a minha senha. Inclusive pedi para minha empresária, tenho print. Eu acho que alguém pegou a minha senha e postou, eu não entendi”, afirmou.

O mais inspirador disso tudo mesmo foi o fato de que a cantora usou o acontecimento para normalizar corpos e dar mais empoderamento para as adolescentes que a seguem: “Bom pelo menos eu sou uma pessoa que talvez possa ajudar outras pessoas com isso. […] É isso, peço desculpas, mas quem fez isso não me abalou tanto quanto queria me abalar. É só mais um peito, todo mundo tem isso daí”, afirmou.

Defensora do amado

Uma das polêmicas mais intensas de março deste ano, a discussão entre Carlinhos Maia e Whindersson aconteceu após o primeiro comediante ficar ofendido com a falta de Nunes em seu casamento, o que gerou declarações que indicavam um tipo de “inveja” da parte de Whindersson. Luísa não gostou nadinha da insinuação e foi bem clara em seus stories, sem querer fazer nenhum tipo de sala.

“Não vou ficar calada porque o Whindersson não merece isso. Estou com meu marido até o fim e movo montanhas por ele se precisar”, disse ela, que virou uma leoa. ”Sou muito de boa, aguento porrada todo dia, mas com meu marido, meu amor, não, apenas não”, publicou a cantora.

Promove a pluralidade musical

Ao compartilhar um vídeo onde tocava uma música calma e leve no violão, a cantora recebeu mil elogios mas não gostou nada dos pedidos para parar de cantar trilhas para rebolar e apostar em um caminho mais romântico.

“Por que o Brasil não consegue entender que um artista que rebola consegue também fazer música acústica, para refletir e que tem letra? Uma pessoa que enfia a bunda no chão para buscar petróleo dançando, também pode ser uma pessoa que sabe tocar violão, fazer melisma e cantar. Uma coisa não anula a outra”

Não aceita a LGBTfobia

A cantora foi uma das primeiras a cancelar a parceria com Nego do Borel após o artista fazer uma declaração transfóbica contra Luisa Marilac, e afirmar que ela era “um homem gato” e não mulher trans, gênero com o qual se identifica.

Luisa Sonza comentou em um vídeo do canal Hotel Mazzafera que tomou a atitude “porque obviamente eu não concordo com algumas atitudes que ele teve e isso não é de acordo com meus ideais e minhas ideias… É, pelo que aconteceu com a Luisa [Marilac]. Ele reconheceu [o erro] e acho que isso vai ele a rever e a entender que isso é um assunto sério”.

Não quer ganhar dinheiro em cima de causas inclusivas

Luísa foi uma das personalidades a participar da parada LGBT em setembro de 2018, no Rio de Janeiro. E apesar de se divertir muito no evento, foi questionada por um fã sobre o intuito da apresentação. “Se não tivesse cachê não iria”, escreveu o seguidor.

A também influencer foi rápida no gatilho ao responder que não teria cobrado nada para cantar na passeata. Uma boa menina faz assim, né?