6 motivos para fazer um check-up odontológico

·3 minuto de leitura
Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

Quem preza por um estilo de vida saudável deve ir não apenas a médicos regularmente, mas também a dentistas. Fazer um check-up odontológico é essencial para manter a saúde bucal em dia. O problema é que muitos pacientes só se lembram de visitar o consultório quando estão com algum incômodo. Isso é, quando a doença já se instalou. A seguir, entenda por que é muito melhor realizar consultas de rotina.

Veja mais conteúdo de saúde bucal

1. É rapidinho!

Algumas pessoas podem encarar a visita ao dentista como algo traumático. Porém, o check-up odontológico costuma ser rápido e simples. Na prática, o profissional realiza a avaliação da saúde bucal completa do paciente. Isso inclui dentes, gengiva, língua, bochechas e garganta. Caso esteja tudo em ordem, a pessoa estará liberada. No entanto, se o especialista notar algum problema, será necessário agendar novas sessões para resolvê-lo.

2. Procedimentos de rotina

Por mais que o paciente escove os dentes três vezes ao dia – e ainda faça uso de fio dental e enxaguante bucal –, é possível que placa bacteriana se forme em locais de difícil acesso. Em uma sessão no consultório médico, no entanto, dá para eliminar esse incômodo com uma boa limpeza e a aplicação de flúor.

3. Prevenção

A maior vantagem do check-up odontológico é a prevenção. Ao visitar o dentista regularmente, o paciente pode descobrir problemas com antecedência e impedir que eles evoluam, necessitando de tratamentos dolorosos – e caros. Um exemplo dentro desse contexto são as cáries. Ao detectá-las no início, é possível evitar intervenções que levem a um canal. A inflamação da gengiva, por sua vez, pode levar a perda de dentes quando não é tratada.

4. Bem-estar geral

Problemas bucais podem refletir em outras partes do corpo. Uma dor de dente, por exemplo, pode causar desconforto na cabeça e no ouvido. Já a periodontite pode induzir a um parto prematuro. O check-up odontológico serve para identificar esses incômodos e tratá-los no início, evitando que se espalhem e ganhem uma dimensão maior do que a necessária.

5. Orientações

Durante a consulta de rotina, é possível pegar algumas dicas com o dentista sobre a melhor forma de higienizar a boca. Isso porque existem os movimentos certos para se fazer com a escova de dentes e o fio dental. Outra boa ideia é pegar indicações a respeito de produtos.

6. Novidades no setor

Além dos procedimentos tradicionais, o universo odontológico está recheado de novidades relacionadas à estética. Tratamentos como o clareamento dental e as lentes de contato visam entregar um sorriso ainda mais alinhado e branco. O dentista pode apontar o que há de novo e explicar como cada opção funciona. Caso não seja especialista no assunto, ele ainda pode indicar um profissional de confiança para realizar o procedimento.

A questão da frequência

O check-up odontológico deve ser realizado com certa frequência. De forma geral, os dentistas recomendam que a visita seja feita a cada seis meses. Porém, quem apresenta uma boa saúde bucal e realizou poucos tratamentos dentários ao longo da vida, pode esticar esse período para até um ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos