6 fatores que aceleram a flacidez e as rugas no rosto

·4 min de leitura
6 fatores que aceleram a flacidez e as rugas no rosto. Foto: Getty Images
6 fatores que aceleram a flacidez e as rugas no rosto. Foto: Getty Images

Com tantos novos produtos e procedimentos estéticos surgindo a todo momento, não é segredo para ninguém que aceitar os sinais do tempo na pele não é uma tarefa fácil. Uma pesquisa denominada “O que a pele conta”, realizada pelo Ibope Inteligência, aponta que 94% das mulheres com idade entre 30 e 60 anos se sentem incomodadas com algum sinal na pele da face. Entre elas, 36% considera a flacidez do rosto um dos principais incômodos.

De acordo com Renato Pazzini, dermatologista membro do corpo clínico dos Hospitais Albert Einstein e Oswaldo Cruz, em São Paulo, tanto a flacidez como as rugas são sinais do envelhecimento, quando há perda das fibras de colágeno e elastina, que sustentam os tecidos corporais.

“O enfraquecimento e a perda da elasticidade da fibra são decorrentes do tempo, mas a falta de cuidado com a pele e a saúde em geral acaba abreviando o processo natural do envelhecimento” Renato Pazzini.

Esse processo, aponta a dermatologista Simone Neri, é intrínseco e extrínseco, ou seja, acontece de dentro para fora e de fora para dentro. “Embora seja algo natural que todos nós passaremos, certos hábitos de vida podem contribuir para um aparecimento mais rápido”, diz a médica.

Dieta não balanceada

O consumo excessivo de açúcar afeta a elasticidade da pele, desencadeando o processo de envelhecimento. De acordo com estudos, moléculas de açúcar não digeridas podem inibir o colágeno e a elastina (proteína que forma fibras elásticas) na pele.

Um erro, no entanto, é buscar uma alimentação tão saudável que exclua até mesmo opções com gorduras boas, como oleaginosas, azeite, abacate e peixes como salmão. “Alguns ácidos graxos (ômega-3 e ômega-6) mantêm a elasticidade da membrana celular, suportam a imunidade e ainda reduzem o risco de desenvolver câncer”, diz Pazzini.

Muito tempo no celular

Muito tempo no celular pode causar rugas. Foto: Getty Images
Muito tempo no celular pode causar rugas. Foto: Getty Images

O termo ‘smartphone face’ (rosto de smartphone), que faz referência às pessoas que passam boa parte do dia com os rostos colados à tela, tendendo a ficar com a cabeça para baixo. Segundo Pazzini, a posição pode contribuir, a longo prazo, para um rosto mais oval, queixo caído e aparecimento de rugas mais rápido. No entanto, apesar do uso da tecnologia de forma excessiva ser um fenômeno relativamente recente, ainda são necessários estudos robustos que comprovem a relação.

Tabagismo

Fumar pode acelerar o processo de envelhecimento. Foto: Getty Images
Fumar pode acelerar o processo de envelhecimento. Foto: Getty Images

A fumaça do cigarro contém mais de 4.700 substâncias tóxicas, entre elas, 70 cancerígenas. Nicotina, monóxido de carbono e alcatrão são consideradas por especialistas algumas das mais nocivas. Quando inalada, a fumaça passa pela boca e garganta e chega até os pulmões. Paraa pele, além de destruir o colágeno, proteína responsável por atribuir elasticidade aos tecidos do corpo, a nicotina gera prejuízo na circulação em pequenos e médios vasos. Com a diminuição do fluxo sanguíneo na pele do rosto, os nutrientes e o oxigênio chegam com menor frequência à região, o que explica efeitos negativos como a flacidez.

Perda de peso súbita

Seguir dietas malucas que te fazem perder muito peso em pouquíssimo tempo pode ser malicioso. Foto: Getty Images
Seguir dietas malucas que te fazem perder muito peso em pouquíssimo tempo pode ser malicioso. Foto: Getty Images

Emagrecer quando se está com sobrepeso é fundamental. Mas, seguir dietas malucas que te fazem perder muito peso em pouquíssimo tempo, além de perigosas, fazem com que você fique com excesso de pele nas regiões de maior perda de gordura. Sendo assim, se a meta é emagrecer, o processo precisa ser gradual e acompanhado por especialistas. “Durante o emagrecimento, atente-se ao rosto. Use produtos que sejam específicos para sua pele, com a ajuda de seu médico”.

Dormir mal

A privação de sono pode levar ao aprofundamento das rugas. Foto: Getty Images
A privação de sono pode levar ao aprofundamento das rugas. Foto: Getty Images

A privação de sono pode levar ao aprofundamento das rugas e à aceleração da flacidez. “Isso porque existe produção de hormônios e renovação durante o período em que estamos dormindo", explica a dermatologista Simone Neri.

Uma boa dica é fazer uma limpeza facial e aplicação de um hidratante indicado para seu tipo de pele, já que durante o sono a circulação sanguínea atua melhor.

Excesso de exposição solar

Além de acelerar o aparecimento de rugas e contribuir para uma face mais flácida, a exposição excessiva pode manchar a pele. Foto: Getty Images
Além de acelerar o aparecimento de rugas e contribuir para uma face mais flácida, a exposição excessiva pode manchar a pele. Foto: Getty Images

Os radicais livres (moléculas instáveis que danificam as células saudáveis do corpo) são responsáveis pela degradação do colágeno, substância essencial para a sustentação da pele. A exposição excessiva à radiação, especialmente a chamada UVA, é capaz de penetrar na camada mais profunda da pele.

“Isso é mais perigoso do que se imagina, já que essa parte é composta de 70% de colágeno, e a UVA literalmente a destrói”, alerta Renato Pazzini.

Além de acelerar o aparecimento de rugas e contribuir para uma face mais flácida, a exposição excessiva pode manchar a pele e até aumenta o risco de câncer de pele.