6 atores que se recusaram a beijar os seus pares no cinema

Rafael Monteiro
·3 minuto de leitura
Will Smith, Denzel Washington e Lindsay Lohan: por motivos bem diferentes, eles pediram para não beijar em cena (reprodução)
Will Smith, Denzel Washington e Lindsay Lohan: por motivos bem diferentes, eles pediram para não beijar em cena (reprodução)

Cenas românticas fazem parte da vida de um ator, mas podem chegar no limite do impraticável. Na história recente de Hollywood, há, sim, muitos casos emblemáticos de astros que recusaram beijar os seus pares.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Os motivos para a negativa no set de filmagem são diversos. Abaixo, listamos alguns casos emblemáticos, envolvendo comprometimento com as mulheres negras, homofobia e até mau hálito provocado por Gatorade.

Leia também:

Denzel Washington

Quem em sã consciência se recusaria a beijar Julia Roberts no auge? Bem, por uma razão muito justa, Denzel Washington o fez em "O Dossiê Pelicano" (1993). O ator tomou a decisão - elogiada até os dias de hoje - para não reforçar a desigualdade racial vista nos filmes de Hollywood - onde as mulheres negras historicamente têm menos espaço. A posição de Washington foi relatada em “Off the Record”, livro de Allison Samuels, repórter da Newsweek. "As mulheres negras não são frequentemente vistas como objetos de desejo no filme. E elas sempre foram o meu público principal", explicou o ator à publicação.

Will Smith

O ator reconhece hoje, aos 52 anos, que um dos maiores erros da sua carreira foi ter se recusado a gravar um beijo gay em "Seis Graus de Separação (1993)". “Foi muito imaturo da minha parte. Eu pensei, ‘como meus amigos na Filadélfia vão reagir quando verem isso?. Eu não estava emocionalmente estável o suficiente para me comprometer artisticamente a esse aspecto do filme. Isso foi uma lição valiosa para mim. Ou você ou não faz”, disse o astro em entrevista recente.

Lindsay Lohan

De acordo com o TMZ, a atriz teria ficado incomodada com as cenas de beijo com Charlie Sheen em "Todo Mundo em Pânico 5" (2013). Por causa disso, uma dublê de corpo teria sido contratada para as cenas românticas com o ator. Apesar do desconforto, Lohan e Sheen se tornaram amigos - tendo ele até emprestado dinheiro para a estrela em um momento financeiro difícil.

Kirk Cameron

O ator não beija mais ninguém em cena desde que se casou com Chelsea Noble. A exigência do ator causou certo incômodo entre os produtores de "À Prova de Fogo" (2008), que tiveram que gravar uma cena romântica em silhueta. Em entrevista sobre o filme, Cameron explicou o seu posicionamento: "o casamento é uma coisa muito especial e sagrada para nós. Em um dia e e uma era em que o casamento está desmoronando, queremos fazer filmes e projetos que realmente sustentem e tenham uma visão engrandecedora daquilo que é lindo e maravilhoso na nossa cultura", disse.

Miles Teller e Shailene Woodley

As cenas românticas de "O Maravilhoso Agora" (2013) foram, no mínimo, complicadas de serem finalizadas. Teller bebia muita bebida isotônica, a atriz tomava muito chá de ervas chinesas e, no final, um odiava o hálito do outro. "Ela falava, ‘Você está falando sério? Você vai me beijar depois disso?' Eu respondia: 'sim, eu vou'. E então ela tomava esses suplementos de ervas, esses suplementos de ervas chinesas, e eles tinham gosto de lixo. E ela sempre os bebia antes de termos uma cena de beijo! Colocamos coisas em nossas bocas para que pudéssemos apenas ofender um ao outro", revelou Teller ao Vulture.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube