5 séries esnobadas pelo Emmy que você deveria ver

Este que vos fala é defensor ferrenho de Jared Leto, ao menos pela coragem que o cidadão tem em dar a cara a tapa e testa os limites do próprio talento no mundo da atuação. (Foto: Getty Creative)
Este que vos fala é defensor ferrenho de Jared Leto, ao menos pela coragem que o cidadão tem em dar a cara a tapa e testa os limites do próprio talento no mundo da atuação. (Foto: Getty Creative)

Missa da Meia Noite

Grande nome do horror atual, Mike Flanagan enveredou para o suspense sobrenatural religioso com Missa da Meia Noite. Com boa parte do seu elenco recorrente em Residência Hill e Mansão Bly, o diretor conta aqui a história de uma pacata ilha assombrada por sumiços e transformações no povoado. O que começa como um suspense que questiona fé e costumes conservadores, mergulha numa espiral sobrenatural que tinha tudo para se perder, mas devido a mão forte do diretor e elenco afiadíssimo, tudo se encaixa de forma surpreendente.

We Crashed

Este que vos fala é defensor ferrenho de Jared Leto, ao menos pela coragem que o cidadão tem em dar a cara a tapa e testa os limites do próprio talento no mundo da atuação. Em WeCrashed, ao lado de Anne Hathaway, ele fez o criador do WeWork e mostra como é o fantasioso mundo das startups que vivem seus sonhos e dívidas. Leto compõe o personagem com inspiração real, mas alcança outro patamar de galhofa ao lado de uma maravilhosa Hathaway - é um casal digno da força de atuação que o próprio Leto e Lady Gaga tiveram em Casa Gucci, um produto feito para fazer a caricatura de uma aristocracia brega e ultrapassada; mais ou menos como este casal montado em WeCrashed.

Servant

Prestes a chegar na quarta temporada, Servant padecerá no mundo do streaming como uma série tão nichada quanto os animes do Crunchyroll. A diferença é que envolvida nela está um dos nomes mais comentados da Hollywood moderna, M Night Shyamalan. Dramédia que mistura horror com fantasia, Servant é um exercício de estilo narrativo e direção de atores que beira ao teatral; não à toa quase 100% da série se passa em uma pequena casa de 2 andares. Você fica para assistir aos episódios pelo mistério, mas permanece preso à trama devido às esquisitices dos personagens. Estranhamente apaixonante.

Tokyo Vice

Baseada em fatos e envolvida em polêmicas (há quem diga que os fatos não são reais), a série protagonizará por Ansel Egort e com direção do piloto por Michael Mann é daquelas pérolas do streaming escondidas pelo amontoado de conteúdo atual - e como o Emmy não enxerga para além disso ou de seu seleto clube do bolinha, dificilmente ela seria notada. A história de Tokyo Vice conta a trajetória de um jornalista americano que se envolve com a Yakuza e começa a mergulhar no mundo da máfia japonesa.

Toda produção faz questão de ambientar o espectador em Tóquio sem economizar em falas no dialeto local, longas cenas de diálogo e apresentação de rituais que moldam aquele lugar. O carisma de Egort segura a trama e as reviravoltas entre personagens fazem a maratona valer muito mais a pena do que meia dúzia daquelas indicações do Emmy. Vai por mim!

Somebody Feed Phil

Não existe um mundo onde Somebody Feed Phil não esteja entre as melhores séries produzidas. A viagem gastronômica e cultural de Phil Rosenthal envolve uma produção meticulosa, assim como o texto sagaz do apresentador que explodiu como roteirista de Everybody Loves Raymond. A permissão não possui nada de especial, pois vemos um americano descobrindo comidas ao redor do mundo; mas a forma como Phil apresenta a trajetória, ao lado de amigos, familiares e ilustres desconhecidos, faz com que a série gastronômica se torne uma espécie de sitcom ao redor do mundo.

A última temporada, em especial, não conta com a presença do pai de Phil, falecido no último ano. Nem por isso a força da figura não segue lá, visto que o roteiro acha uma forma de o incluir em inúmeras cenas sem que ele apareça. É a série mais confortável dos últimos anos, é só por isso merecia todos os prêmios que inventassem em tal período.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos