Sexualidade fluída e jovem mística: 5 curiosidades sobre Alanis Guillen

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
<p>Alanis Guillen como Juma na versão de 2022 (Globo / João Miguel Jr.)</p>
Alanis Guillen como Juma em Pantanal (Globo / João Miguel Jr.)

Se estivéssemos nos anos 90, Alanis Guillen com certeza ganharia o título de "namoradinha do Brasil". A personagem dela, Juma, na nova versão de "Pantanal", é um dos nomes mais citados nas redes sociais.

Com 24 anos, recém-completados no mês passado, a atriz conquistou o Brasil e vem recebendo muitos elogios por sua atuação como a menina criada no meio do Pantanal brasileiro. O remake da Globo, escrito por Bruno Luperi, inspirado na obra de Benedito Ruy Barbosa, de 1990, atingiu pico de 77 mil espectadores em uma semana, o maior sucesso do canal nos últimos anos.

Depois de etapas de testes online e presenciais, Alanis foi anunciada como a Juma em setembro de 2021. Ao descobrir que tinha sido escolhida para viver a personagem icônica, interpretada por Cristiana Oliveira na versão original há 32 anos, ela comemorou. "Não tenho medo. A Juma vai ter sangue. Ela pulsa! Para mim, ela é o Pantanal, essa natureza viva. Vamos recontar essa história no Brasil de hoje, esse Pantanal de agora, para o brasileiro de hoje. Está sendo uma missão. Estou entregue e muito feliz", declarou a atriz no "Fantástico".

Segunda protagonista da carreira, o primeiro papel dela na TV foi como Rita, em "Malhação: Toda Forma de Amar", de 2019, Alanis é uma atriz jovem e que deve trilhar uma carreira de sucesso. Descubra cinco curiosidades sobre a atriz.

Nome de batismo

No "Domingão do Huck", os pais de Alanis revelaram que a escolha do nome é em homenagem à cantora canadense Alanis Morissette. O pai achou o nome legal e sugeriu para a mãe da atriz.

Mudança de hábito

A atriz já teve uma fase vegetariana, mas voltou a comer carne branca pouco antes de começar a dar vida à Juma. Ela também passou a praticar lutas. "Comecei por um estudo arquetípico, de mesa, e depois fiz algumas experiências para o meu corpo registrar informações que eu, Alanis, não tinha, mudei alguns hábitos, comecei a praticar Kung Fu, tive aulas de equitação, prosódia, entre outras coisas", disse ao GShow.

"Ele nunca"

Nas redes sociais, Alanis se declara completamente contra ao governo de Jair Bolsonaro. "ELE NUNCA JAMÉÉÉ", publicou em setembro de 2018, em uma rede social.

Jovem mística

Assim como Juma, Alanis também tem um encantamento particular com a natureza. Em uma postagem de 2019, ela falou sobre a experiência ao viver um retiro na Igreja do Santo Daime "Céu do Vale", em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo.

"A noite foi de celebração do equinócio de primavera. E manhã de plantio com a família sete montanhas. Plantamos um Ipê roxo que recebi essa semana em casa pelo projeto Verdejando da Rede Globo, que vem incentivando e mobilizando nosso compromisso com nossa mãe natureza. Viva ao povo em pé e as medicinas da floresta! Meu amor e respeito a cada pessoa que andei cruzando pelos caminhos da vida, os de sangue ou não", escreveu.

Sexualidade fluída

A atriz, que já tinha se declarado bissexual em 2020, voltou a falar sobre o tema neste ano. "Hoje eu sou uma mulher múltipla. Eu nem coloco mais se eu sou bi, o que eu sou. Me relaciono com pessoas. Se tem um coração que se conecta com o meu, é com essa pessoa que eu vou me relacionar", explicou em entrevista ao "Fantástico". Atualmente, ela e o ator Jesuíta Barbosa, que interpreta o Jove, estão se conhecendo melhor.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos