5 coisas que você precisa saber antes de decidir morar com alguém

Divulgação/CBS

Dividir uma casa com alguém, seja com o namorado (a) ou amigos, não é tarefa fácil. A convivência pode ser abalada facilmente com certos inconvenientes que surgem durante essa jornada e mesmo tendo muita intimidade com essas pessoas, nem sempre sabemos como resolvê-los.

Leia mais: Duas semanas após o casamento, mulher pede o divórcio e motivo surpreende

Por isso é importante responder a 5 perguntas antes de decidir compartilhar seu espaço com outras pessoas. São elas:

“Como dividir as tarefas domésticas?”

A limpeza é uma questão que sempre vem à tona em algum momento, pois nem todos são organizados. Antes de selar o acordo, deixe claro que todos devem participar da limpeza e organização da casa e estipule uma rotina concreta com o que cada um deve fazer.

“A pessoa é ciumenta?”

Quando o flatmate é também seu companheiro (a), vale ter certeza antes de mudar se sua vida não vai virar um cárcere privado. A pessoa pode começar a controlar sua rotina e cobrar satisfação sobre cada passo que você dá -e isso não é nada legal.

“A pessoa é bagunceira?”

As áreas comuns da casa devem se manter organizadas e é importante que os moradores da casa saibam que não se deve deixar coisas espalhadas. Roupas, cobertores e bolsas devem se manter no espaço que corresponde a cada um, não no sofá da sala. O mesmo vale para toalhas e outros itens deixados no banheiro – isso sem falar da roupa suja.

Leia mais: 12 dicas para você lavar sua roupa de forma correta

“A pessoa termina o que começou?”

Muitas vezes estamos cansados e não queremos fazer certas coisas, mas quando vivemos com alguém, não podemos deixar as coisas pela metade. Como não lavar a louça, recolher a roupa e não guardar ou trocar o lixo mas não levar o que está cheio para que seja recolhido.

“A pessoa ronca?”

Dividir a cama ou o mesmo quarto pode se tornar um pesadelo para muitos, já que o ronco atrapalha quem tem sono leve. Tente saber antes sobre isso e encontre alguma solução que seja boa para ambos os lados.