40 anos sem Elis Regina: 5 fatos sobre a voz eternizada como símbolo da MPB

Elis Regina na TV Cultura em 1982
Elis Regina na TV Cultura em 1982. Foto: Reprodução/TV Cultura

Resumo da notícia:

  • Nos 40 anos sem Elis Regina, reunimos 5 fatos sobre a voz eternizada como símbolo da MPB

  • Ícone da música brasileira nos deixou no dia 19 de janeiro de 1982, vítima de uma overdose

  • Mãe de três filhos, a cantora deixou um legado como artista e mulher, que perdura até os dias atuais

Nascida em 17 de março de 1945, na cidade de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, Elis Regina Carvalho da Costa chegou para brilhar de forma avassaladora por pouco mais de três décadas. Cantora desde criança, fez sua primeira apresentação aos 11 anos ao soltar a voz no "Programa do Guri", da Rádio Farroupilha.

Um dos principais nomes da música popular brasileira, a gaúcha fez história na indústria do entretenimento antes de nos deixar aos precoce 36 anos de idade. Vítima de uma overdose, Elis Regina fez o Brasil inteiro chorar sua morte há exatos 40 anos, no dia 19 de janeiro de 1982.

Os filhos João Marcelo Bôscoli, fruto da relação com Ronaldo Bôscoli; Pedro Mariano e Maria Rita, da relação com César Camargo Mariano; viram a mãe partir ainda na infância. Sem negar o DNA, o trio seguiu os passos da artista e se rendeu ao mundo da música tanto na produção quanto nos vocais.

Para celebrar o legado que a cantora insubstituível deixou para o povo brasileiro e para o mundo, reunimos 5 fatos sobre a vida de Elis Regina:

DESCOBERTA DE ELIS

Em entrevista à Folha de São Paulo, o produtor Walter Silva se desvencilhou da ideia de que seria o descobridor da estrela da MPB. "Poucas pessoas sabem quem realmente descobriu Elis. Foi um vendedor da gravadora Continental chamado Wilson Rodrigues Poso, que a ouviu cantando menina, aos 15 anos, em Porto Alegre", declarou em 2002.

"Ele sugeriu à Continental que a contratasse, e em 62 saiu o disco dela. Levei Elis ao meu programa, fui o primeiro a tocar seu disco no rádio. Naquele dia eu falei: "Menina, você vai ser a maior cantora do Brasil". Está gravado", completou.

REJEITADA POR TOM JOBIM

Em 1964, Elis foi reprovada por Tom Jobim durante as audições para o disco "Pobre Menina Rica". Só que o jogo virou quando, 10 anos depois, eles gravaram juntos o disco "Elis & Tom", clássico da MPB ao celebrarem o sucesso da dupla.

NOME DE MARIA RITA

Elis Regina e Maria Rita em programa de Marilia Gabriela
Elis Regina e Maria Rita em programa de Marilia Gabriela. Foto: Reprodução/Globo

Nascida em 9 de setembro de 1977, fruto do relacionamento de Elis com o pianista César Camargo Mariano, Maria Rita foi batizada em homenagem a Rita Lee. No ano seguinte, a dupla ainda celebrou a amizade com o lançamento da música "Doce de Pimenta".

TIROU RITA LEE DA PRISÃO

Em entrevista ao Ronnie Von, em 2020, Rita Lee relembrou o dia em que Elis Regina lhe ajudou a sair da prisão após pressionar os policiais. Isso porque ela foi detida em 1976 por uso e porte de maconha e estava grávida de seu filho mais velho, Beto Lee. "Naquela época dos festivais da Record, Mutantes e Tropicalismo, Elis passava pela gente virando a cara. Ela fez parte daquela passeata contra o uso da guitarra elétrica na música brasileira”, declarou.

"A última pessoa que eu esperava que fosse me visitar na cadeia era a Elis. Quando o carcereiro falou: ‘Oh, Ovelha Negra, tem uma cantora famosa aí que está rodando a baiana, dizendo que vai chamar a imprensa. Ela quer te ver. Aí o delegado mandou te chamar”, contou.

"Eu fiquei esperando, não sei, uma Nossa Senhora do Rock, e, de repente, vejo a Elis com o João Marcelo, dando a mão para ele, assim tão pequenininho. Ela soltou a mão do filho e me deu um abraço. Perguntou como eu estava, que tinha sabido pelos jornais que eu estava grávida e disse que eu estava muito magra. Aí ela começou a falar duro com os policiais: ‘O que vocês estão fazendo com ela?", relembrou a cantora

ELIS E FÁBIO JR.

Em entrevista ao "De Frente com Gabi", da jornalista Marília Gabriela, realizada em 1998, Fábio Jr. falou sobre a breve e intensa relação com a cantora oito anos mais velha. O cantor revelou que Elis sugeriu gravar um disco junto com ele, que ainda estava no início da carreira, e ele não aceitou.

"Eu falei: 'Ce ta maluca?'. Ela era um monstro sagrado, eu começando praticamente, tinha muito aquela história de cobrança em cima de mim, de perguntarem se eu era cantor ou ator", declarou o cantor que morou junto com Elis nos Estados Unidos. Confira no trecho 20:20:

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.