30 anos de 'Seinfeld': por onde anda o elenco?

(Imagem: divulgação NBC)

Esta sexta-feira, 5 de julho, marca o 30ª aniversário da exibição do episódio piloto de ‘Seinfeld’ no canal norte-americano NBC. Depois de nove temporadas, encerradas em 1998, o elenco da série encontra-se em estágios desiguais de suas carreiras.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Nem todos foram capazes de se manter em alta, enquanto outros continuam acumulando prêmios e reconhecimento. Veja abaixo:

Leia também:

Jerry Seinfeld

O criador e protagonista da série aproveitou o prestígio acumulado para sair um pouco de evidência. Desde então faz apresentações esporádicas de comédia stand-up, onde começou a carreira, e apresenta o talk show ‘Comedians in Cars Getting Coffee’, no qual entrevista outros humoristas, disponível na Netflix.

Julia Louis-Dreyfus

Revelada no ‘Saturday Night Live’, a intérprete de Elaine aproveitou o destaque em ‘Seinfeld’ para fazer sua carreira decolar de vez. Entre 2006 e 2010 protagonizou a série 'The New Adventures of Old Christine', mas foi com ‘Veep’, da HBO, encerrada no último mês de maio, que se consolidou como uma das atrizes mais premiada da TV norte-americana em todos os tempos, vivendo a vice-presidente norte-americana Selina Meyer. Já foram 27 troféus, incluindo seis Emmys consecutivos, entre 2012 e 2017.

Jason Alexander

O eterno George Constanza, para muitos o melhor personagem da série, ainda é bastante ativo no teatro, estrelando peças regularmente nos últimos anos. Antes mesmo de ‘Seinfeld’, ele já tinha na estante um prêmio Tony (o Oscar dos palcos) pela performance no musical ‘Jerome Robbins' Broadway’. Após a série, sua participação especial em ‘Friends’ e o papel do melhor amigo de Jack Black na comédia ‘O Amor É Cego’ (2001) foram suas aparições mais conhecidas. Ele também trabalha como dublador.

Michael Richards

Antes de viver o vizinho com um parafuso a menos Kramer na sitcom, Richards já era um veterano da comédia, conhecido por outros trabalhos na TV norte-americana. Depois da série, em 2000, tentou emplacar o programa ‘The Michael Richards Show’, que durou apenas uma temporada. Em 2006 causou polêmica por ter ofendido com injúrias raciais um membro do público de seu stand-up, e desde então foi praticamente esquecido por Hollywood.