3 anos após protesto contra impeachment de Dilma, diretor brasileiro voltará a competir em Cannes

Kleber Mendonça filho (à direita, de pé), ao lado de Juliano Dornelles e da produtora Emilie Lesclaux no set de ‘Bacurau’. (Imagem: Victor Jucá/Divulgação)

Depois do imbróglio entre Ancine e TCU e do anúncio dos cortes de patrocínio da Petrobras, o cinema brasileiro enfim recebeu uma boa notícia nesta quinta-feira. ‘Bacurau’, novo filme do cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho, que assina a direção ao lado de Juliano Dornelles, foi selecionado para a competição oficial do Festival de Cannes deste ano, a mais prestigiada mostra do circuito autoral mundial.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

O filme anterior de Mendonça, ‘Aquarius’, também esteve na competição, em 2016. A sessão de estreia do longa ficou marcada pelos protestos contra o impeachment de Dilma Rousseff, então ainda em processo no senado federal. Diretor e equipe exibiram cartazes com dizeres chamando a ação de “golpe de estado”.

Rodado no Sertão do Seridó, divisa do Rio Grande do Norte com a Paraíba, ‘Bacurau’ é definido pelos realizadores como uma mistura de western brasileiro e ficção-científica, passado num futuro não muito distante numa pequena comunidade que percebe estar, literalmente, sumindo do mapa após a morte de Dona Carmelita, mulher forte e querida, falecida aos 94 anos. Sonia Braga (que também esteve em ‘Aquarius’) e o alemão Udo Kier são os nomes mais conhecidos do elenco.

Mais Brasil em Cannes

O Brasil também estará presente em outras produções no Festival de Cannes. ‘O Traidor’, do diretor italiano Marco Bellocchio, teve cenas filmadas no Rio de Janeiro e tem a atriz Maria Fernanda Cândido interpretando a esposa do protagonista, um mafioso siciliano que passa a morar em terras cariocas após delatar seus ex-companheiros às autoridades.

Assim como ‘Bacurau’, o filme também faz parte da seleção oficial, onde compete pela Palma de Ouro com as obras mais recentes de nomes como Pedro Almodóvar, Terrence Malick, Xavier Dolan, Jim Jarmusch e dos irmãos Dardenne, entre outros.

Outra produção nacional, ‘A Vida Invisível de Eurídice Gusmão’, participa da seção Um Certo Olhar no Festival de Cannes. O longa dirigido por Karim Aïnouz (de ‘Praia do Futuro’) tem no elenco Carol Duarte, Júlia Stockler, Gregório Duvivier e Fernanda Montenegro.