"1917", de Sam Mendes, vence o prêmio dos diretores de Hollywood

Por Andrew MARSZAL
Sam Mendes, diretor de "1917", com o prêmio dos diretores de Hollywood

O filme "1917", de Sam Sam Mendes, ganhou no sábado (25) o prêmio dos diretores de Hollywood (DGA Awards), um reconhecimento que tradicionalmente anuncia sucesso no Oscar.

O prêmio coloca Mendes entre os favoritos para ganhar a estatueta de melhor diretor no Oscar, que será entregue em 9 de fevereiro.

O filme, que acompanha dois soldados britânicos em missão durante a Primeira Guerra Mundial, já ganhou o Globo de Ouro de melhor drama e tem 10 indicações ao Oscar, incluindo de melhor filme.

Mendes, que já havia recebido um prêmio DGA há mais de 20 anos por "Beleza Americana", dedicou o prêmio a seu avô, cuja vida inspirou o filme.

"Para todos aqueles que querem jogar terra no túmulo do cinema, eu digo: não tão rápido", disse Mendes, destacando o trabalho de outros diretores indicados, Martin Scorsese ("O Irlandês"), Quentin Tarantino ("Era Uma vez em Hollywood"), Bong Joon-ho ("Parasitas") e Taika Waititi ("Jojo Rabbit").