12 respostas sobre sexo anal que você sempre quis saber

·4 minuto de leitura
Sexo anal e suas mil dúvidas; confira aqui (Foto: Getty Images)
Sexo anal e suas mil dúvidas; confira aqui (Foto: Getty Images)

É possível encontrar em museus de história a documentação de que o ato era considerado normal entre casais de diferentes sexos por meio de artes como as cerâmicas da cultura moche, que se desenvolveu entre os séculos 100 a 800 d.C no Peru. Gregos e romanos também praticavam o ato, especialmente nas forças armadas, grupos que consideravam natural a bissexualidade entre homens.

Muito tempo se passou e diversos países – o Brasil incluído – se tornaram mais conservadores no debate sexual. Mas o fato de não ser visto com bons olhos hoje não impede que o sexo anal continue sendo praticado como antigamente. O que muda é que, por vergonha ou medo do julgamento, muitas pessoas deixam de se informar sobre a maneira segura de se relacionar, o que pode colocar a saúde em risco.

Leia também

Com a ajuda de profissionais, respondemos as principais questões sobre sexo anal que já passaram pela sua cabeça, ou, que se ainda não eram dúvidas, certamente serão benéficas caso você queira praticar esse tipo de relação sexual.

1) Como fazer a higiene antes e depois do sexo anal?

O objetivo da higiene é a limpeza da ampola retal antes do coito anal. “Para isso o ideal é fazê-la com emolientes que causem pouca agressão na mucosa retal. Uma boa opção é o uso de supositório de glicerina algumas horas antes do coito”, indica Sylvia Heloisa Arantes Cruz, médica membro titular da SBCP (Sociedade Brasileira de Coloproctologia).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

2) Praticar sexo anal dói?

“O ânus não tem a mesma elasticidade da vagina, é uma musculatura muito mais forte e não produz lubrificação própria. Vai doer se não estiver relaxada, lubrificada e se estiver fazendo apenas para agradar o parceiro – aí, seu corpo normalmente mostra que está dizendo não e se fecha”, diz Marina Vasco, sexóloga e psicoterapeuta, de São Paulo.

3) Há risco de ISTs?

Sim. É essencial usar preservativo para se proteger do vírus HIV, hepatites, gonorreia, sífilis e clamídia, entre outros.

4) Há risco de hemorroida?

“Não há risco de hemorroida, mas há risco de fissura traumática anal durante a penetração e por isso a lubrificação é tão importante”, explica Cruz.

5) Pode deixar a mulher grávida?

Não existe risco de gestação durante a relação sexual anal, já que o canal anal não tem qualquer ligação com o útero. Podem acontecer acidentes, caso haja sexo com penetração vaginal logo em seguida, mas ainda assim, o risco é muito baixo.

6) É seguro fazer outros tipos de sexo após o sexo anal?

De acordo com a médica coloproctologista, a região anal contém bactérias patogênicas que podem causar infecções em outras regiões.

“Após a relação sexual anal, caso exista penetração vaginal, haverá aumento de risco de infecção de trato urinário e vaginal. Por isso é recomendado fazer a higiene do órgão e utilizar um novo preservativo.”

7) É normal sangrar?

Não é normal sangrar por nenhum orifício. “Após a relação sexual anal se houver sangramento, é necessário passar por uma avaliação médica para examinar a região e identificar se existe alguma lesão que justifique o sangramento”, afirma Cruz.

8) Há contraindicações para as relações?

Não há contraindicações para relações sexuais anais. Como o ânus tem baixa lubrificação, a médica indica que é preciso usar lubrificante para não ter desconforto durante o coito e as preliminares precisam ocorrer para relaxar a musculatura e não proporcionar dor.

9) Qualquer lubrificante é suficiente?

Para evitar inflamações, alergias e outros problemas de saúde o indicado é usar lubrificantes feitos à base de água.

10) Sexo anal é uma forma de manter a mulher virgem?

Na opinião da sexóloga Marina Vasco, não, até porque sexo oral também sexo. “Sexo com penetração não importa, mas algumas pessoas encaram, sim. Acredito que seja uma ilusão, uma forma de não entrar em contato coma realidade que você está fazendo sexo, apenas por uma via diferente.”

11) O orgasmo é diferente?

“Sim. É uma área que tem muitas terminações nervosas, se a pessoa consegue relaxar bastante, tem um prazer muito intenso”, aponta a sexóloga.

12) É possível praticar sexo anal de pé?

Sim. Assim como o sexo vaginal, há diversas opções de posições diferentes.