12 anos de One Direction: por onde andam os ex-integrantes?

O dia 23 de julho é uma data especial para os fãs do grupo One Direction. Ele marca a formação do grupo inglês durante o programa The X-Factor, que aconteceu há exatos 12 anos. No palco do reality de competição musical, os britânicos Harry Styles, Zayn Malik, Liam Payne e Louis Tomlinson se juntavam com o holandês Niall Horan para a formação de uma das boy bands mais famosas do mundo.

Juntos, eles lançaram cinco discos, se apresentaram em estádios lotados no mundo inteiro - inclusive no Brasil - e moveram multidões por onde passaram. No entanto, em 2016, pouco tempo depois da saída de Malik do grupo, os integrantes do One Direction decidiram seguir seus próprios caminhos.

Confira como anda a vida de cada um deles hoje em dia:

Harry Styles

Talvez o nome que mais conseguiu brilhar após o fim do One Direction seja o de Harry Styles. Ele deslanchou em sua carreira solo, e hoje conta com três discos solo e três estatuetas do Grammy, o prêmio mais importante da música. O britânico vem se consolidando como um dos grandes nomes da música pop mundial.

Além da trajetória musical, Styles também vem se aventurando como ator. Ele foi um dos protagonistas do longa "Dunkir", e fez uma breve aparição em "Eternos", longa que faz parte da franquia Marvel / Disney. Agora, Harry está prestes a estrelar o aguardado “Don’t Worry Darling”, filme de Olivia Wilde - namorada do cantor.

Ele está com shows marcados no Brasil em novembro, e vai se apresentar em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba nos dias 6, 8 e 10, respectivamente.

COVENTRY, ENGLAND - MAY 29:  Harry Styles performs on the Main Stage at War Memorial Park on May 29, 2022 in Coventry, England.  (Photo by Joseph Okpako/WireImage)
COVENTRY, ENGLAND - MAY 29: Harry Styles performs on the Main Stage at War Memorial Park on May 29, 2022 in Coventry, England. (Photo by Joseph Okpako/WireImage)

Zayn Malik

Zayn foi o primeiro a dar adeus para o One Direction. Ele se despediu do grupo em março de 2015, e não faz parte do último disco da boy band, o “Made in The A.M”. Assim como Harry, ele também decidiu investir na carreira solo, e parecia ter uma trajetória tão promissora quanto o de seu ex-colega de trabalho.

Com o lançamento de seu primeiro single solo, “Pillowtalk”, Zayn chamou a atenção da indústria, bem como o disco de estreia do cantor, “Mind of Mine”. No entanto, Malik não escolheu voltar aos palcos e, apesar de ter lançado mais dois outros álbuns (“Icarus Falls” e “Nobody is Listening”), a trajetória dele não deslanchou.

No último ano, Zayn se envolveu em uma polêmica envolvendo a mãe da modelo Gigi Hadid, com quem ele tem uma filha. O cantor teria agredido Yolanda Hadid pois ela estava invadindo a privacidade da criança. Desde então, Malik e Hadid não estão mais juntos, mas mantém uma relação amigável.

Niall Horan

O único irlandês entre os britânicos do One Direction também decidiu seguir os passos musicais sozinhos após o fim do grupo. Niall já lançou dois discos, o “Flicker”, em 2017, e o mais recente, “Heartbreaker Weather”, de 2020.

Ele chegou a sair em turnê com seu primeiro trabalho solo, e fez uma passagem pelo Brasil. A segunda turnê do cantor precisou ser cancelada por conta da pandemia de coronavírus.

Louis Tomlinson

Tomlinson esteve no Brasil há poucos meses com a turnê “Walls”, de seu primeiro disco solo após o fim do One Direction, lançado em 2020. Ele se apresentou em São Paulo e Rio de Janeiro e, apesar de ter uma personalidade mais séria nos palcos, esgotou os shows em território nacional.

Louis enfrentou diversos problemas desde que o One Direction terminou, o que acabou colocando seus planos de lançar um disco solo para trás. Em dezembro de 2016, ele perdeu a sua mãe para a leucemia, ela tinha apenas 43 anos. Já em 2019, a irmã dele também morreu, vítima de uma overdose.

Liam Payne

Desde o fim do One Direction, Liam se mostrou uma das figuras mais polêmicas do grupo. Recentemente, ele deu uma entrevista atacando Zayn Malik por sua briga com Yolanda Hadid. Ele ainda afirmou que, dentre os ex-integrantes do grupo, ele foi o que conseguiu uma estreia solo mais expressiva.

O primeiro single do cantor foi “Strip That Down”, música que faz parte de seu disco de estreia, o “LP1”. “Fizemos a primeira música, bilhões de streams…Acho que vendeu mais que todo mundo da banda, e eu fui o último a sair”, disse Payne.

Sua fala foi contestada por fãs do grupo, que apontaram “Pillowtalk”, do Zayn, e “Sign of The Times”, do Harry Styles, como as melhores estreias solo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos