10 momentos inesquecíveis da 3ª temporada de 'Stranger Things'

(Imagem: divulgação Netflix)

Se você já maratonou a terceira temporada de ‘Stranger Things’, disponível na Netflix desde a última quinta-feira, reparou que não faltaram momentos emocionantes. As coisas ficaram um pouco mais sombrias em Hawkins, e ainda assim houve espaço para romance, humor e aquele banho de fofura e nostalgia que a série sempre traz.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Listamos abaixo dez cenas marcantes dentro dos novos episódios, em ordem cronológica. Mas atenção: se você ainda não assistiu e não quer saber o que acontece, para de ler o texto por aqui.

Leia também:

(Imagem: divulgação Netflix)

1. O acidente com Billy

Logo no primeiro episódio fica claro que Billy (Dacre Montgomerry) será uma figura chave nesta temporada. Porém, o salva-vidas fará bem mais do que flertar com as mães de Hawkins: após um acidente de carro, ele é escolhido para ser um dos hospedeiros do Devorador de Mentes.

2. O término de Eleven e Mike

Eleven (Millie Bobby Brown) e Mike (Finn Wolfhard) começam a temporada trocando beijos apaixonados, mas uma interferência de Hopper (David Harbour) coloca tudo a perder. Depois do namorado começar a se comportar de forma esquisita com ela, Eleven dá um “pé na bunda” dele numa cena ao mesmo tempo engraçada e de partir o coração.

3. A briga na sauna

Uma das maiores cenas de ação de toda a história de ‘Stranger Things’ acontece no final do quarto episódio, quando a turma de crianças prende Billy na sauna para confirmar se ele é mesmo um hospedeiro. O momento dramático fica ainda mais tenso por ser intercalado com imagens fortes da senhora Driscoll (Peggy Miley), outra hospedeira do Devorador de Mentes, quase explodindo na cama do hospital.

4. Erica entra para o time

Numa temporada repleta de personagens em destaque, Erica (Priah Ferguson) consegue roubar a cena sempre que aparece. Atrevida e irônica, a irmã mais nova de Lucas (Caleb McLaughlin) é fundamental para os planos de Dustin (Gaten Matarazzo), Steve (Joe Kerry) e Robin (Maia Hawke), mas tem apenas uma condição: sorvete de graça para sempre.

(Imagem: divulgação Netflix)

5. A raspadinha de cereja

Quando o Dr. Andrei (Alec Utgoff), capturado por Hopper e Joyce (Winona Ryder) para passar informações sobre os planos dos russos, se recusa a aceitar a raspadinha de morango trazida pelo detetive, dizendo que queria de cereja, o sapão preferido do público dobra a aposta e aponta o olho da rua. O blefe parece arriscado, mas ver o soviético voltando com o rabo entre as pernas deu razão a ele.

6. A revelação de Robin

Lá pelo final do sétimo episódio todo mundo já estava shippando o casal Steve e Robin quando o rapaz enfim toma coragem de assumir seus sentimentos por ela. Porém, para a surpresa dele - e de muita gente assistindo - a garota se revela lésbica, confirmando a presença do primeiro personagem abertamente LGBT da série.

7. O tiroteio no parque

Em outra sequência eletrizante, o parque de diversões montado pelo prefeito de Hawkins para celebrar o feriado de 4 de julho vira cenário da perseguição entre Hopper e os agentes russos, com direito a um tiroteio na Casa dos Espelhos que não faria feio em nenhum clássico de ação dos anos 80.

8. O momento musical

Numa escolha ousada dos diretores e roteiristas da série, os irmãos Duffer, a batalha final é interrompida para que Dustin e sua namorada Suzie, que enfim aparece, cantarem juntos a música-tema de ‘A História Sem Fim’. Um momento inusitado, mas que é a cara de ‘Stranger Things’.

(Imagem: divulgação Netflix)

9. A destruição da base russa

‘A Batalha do Starcourt Mall’, episódio final da terceira temporada, é onde o bicho literalmente pega fogo. Enquanto uma parte da turma tem o embate decisivo com o Devorador de Mentes, Hopper e Joyce estão no subterrâneo da base russa. É lá que o detetive toma a única decisão possível: se sacrificar para acabar com a máquina que mantém aberto o portal para o Mundo Invertido. Um choque inesperado e dramático.

10. A carta de Hopper

O golpe final para arrancar lágrimas até dos fãs mais durões de ‘Stranger Things’ vem depois da (suposta?) morte de Hopper, quando Eleven encontra a carta com o discurso que ele chegou a ensaiar, mas nunca teve coragem de dizer para ela. Enquanto sua voz em off fala sobre o medo e o orgulho de ver a garota crescendo, a trilha sonora toca uma versão de ‘Heroes’, clássico absoluto de David Bowie, para ir direto no coração do público.

(Imagem: divulgação Netflix)