10 melhores filmes do ano que devem aparecer no Oscar 2021

Thiago Romariz
·5 minuto de leitura

A pandemia destruiu o cinema em 2020, mas mesmo cambaleante as premiações seguem firmes. E a maior de todas elas, o Oscar, começa a tomar cara com o fim de ano, já que os principais nomes do circuito surgem aos poucos e as apostas para os indicados começam a ficar mais e mais apertadas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

E mesmo que existam novidades para surgir ainda no finalzinho do ano, a Academia já começa a flertar com as campanhas de determinados longas. Como não podia ser diferente, a Netflix segue forte no papel de protagonista da temporada, mas pode ver algumas produtoras independentes e alguns novatos roubarem a cena. A seguir, uma lista dos filmes que começam a figurar nas listas de melhores do ano da crítica estrangeira especializada e podem pintar no Oscar 2021:

1 - Mank

A combinação David Fincher, Gary Oldman e roteiro sobre a história do cinema automaticamente catapulta 'Mank' aos favoritos do Oscar, mesmo sua recepção não sendo a mais calorosa na crítica. Produção da Netflix, o filme chega ao serviço no início de dezembro e tem chances de figurar nas categorias principais e também nas técnicas pelo apreço visual único que Fincher aplica em seus filmes.

2 - A Voz Suprema do Blues

Outro original da Netflix com chances enormes de figurar no Oscar, 'A Voz Suprema do Blues’ deve ser dona de pelo menos algumas indicações nas categorias de atores por juntar dois nomes gigantes em Hollywood no momento: Viola Davis e Chadwick Boseman. A primeira deve ter mais uma aparição na lista, já que protagoniza a história de Ma Rainey, grande nome do blues estadunidense, e Chadwick cresce nos últimos dias com muitos críticos apostando em uma estatueta póstuma para o eterno Pantera Negra.

3 - First Cow

A simplicidade da história de 'First Cow’, que fala sobre a amizade de dois homens muito diferentes conectados por um animal, tem a cara de um Oscar cada vez mais atento para produções independentes e narrativas mais singelas. Há quem aposte ainda na atuação de atuação de John Magaro como forte candidata à indicações. Este que vos falar pode dizer que nada seria exagerado. O filme é um achado.

4 - Minari

Assim como 'First Cow', 'Minari' é da A24, produtora independente queridinha da crítica - e com razão, já que produziu belos exemplares como 'O Farol', 'Joias Brutas' e 'Anos 90'. A história da família de imigrantes coreanos no Arkansas toca em temas sensíveis ao momento atual dos EUA e ganha força em uma Academia cada vez mais inclusiva e em busca de reparações históricas. É fortíssimo candidato a figurar em mais de uma categoria.

5 - The Assistant

Pela qualidade diria que 'A Assistente' tem obrigação de ser indicado a qualquer prêmio, mas o ar soturno e dolorido da narrativa comandada por Kitty Green pode desgradar alguns. O conto de uma jovem abusada no trabalho, um escritório de um diretor de cinema, dói na alma de quem vive num ambiente tóxico - principalmente quando ele lida com filmes e produções hollywoodianas. O trabalho da protagonista Julia Garner, de 'Ozark’, também merece lembrança das premiações.

6 - Sound of Metal

Música como pano de fundo para um suspense dramático protagonizado por um grande ator, neste caso, Riz Ahmed. O jovem talento que já apareceu em 'The Night Of' e 'Star Wars Rogue One’ surge aqui como um música que perdeu audição mas volta à tocar bateria. O ator aprendeu a tocar e mergulhou no método para viver o baterista de heavy metal que pode lhe dar a primeira indicação a um Oscar na vida.

7 - Nomadland

Vencedor do Festival de Toronto, 'Nomadland' é quase certo nas indicações do Oscar, a começar pelas duas mulheres que lideram a produção: a diretora Chloe Zhao e a atriz e veterana de Oscar, Frances McDormand. Juntas elas contam a história de uma americana que perdeu tudo durante a recessão e busca sentido viajando pelos EUA. De todos da lista, talvez seja o mais favorito às indicações e até aos prêmios em si.

8 - One Night in Miami

Dirigido pelo fenômeno Regina King, 'One Night in Miami' imagina o encontro ficcional entre Malcolm X, Sam Cooke, Cassius Clay e outros símbolos do movimento negro dos EUA. Além de toda parte técnica, o filme segue firme nas indicações de atuações, já que o trio protagonista ganhou destaque nos primeiros festivais e já figuram em algumas premiações — destaque para Kingsley Ben Adir como Malcolm X, que pode estrear no Oscar.

9 - Pieces of a Woman

Vanessa Kirby estrela mais uma produção original da Netflix que deve estar no Oscar 2021. Ela interpreta uma mulher que precisa lidar com uma perda monumental em sua vida, ao mesmo tempo que tenta levar um cotidiano normal ao lado do marido, interpretado por Shia LaBeouf. Destaque por onde passa, o filme é carregado pela atriz, tem tudo para se tornar o favorito na categoria de Atriz Principal e chega ao serviço de streaming em janeiro.

10 - Os 7 de Chicago

Impactante drama de tribunal dirigido por Aaron Sorkin, 'Os 7 de Chicago' chega para concorrer forte em categorias de roteiro e possivelmente pescar uma indicação nas categorias de atuação, tamanha a variedade de emoções e perfis que carrega em seus personagens. Sasha Baron Cohen e Frank Langela são destaques, mas nunca se pode eliminar Eddie Redmayne, um queridinho da Academia.

———

*Thiago Romariz é jornalista, professor, criador de conteúdo e atualmente head de conteúdo e PR do EBANX. Omelete, The Enemy, CCXP, RP1 Comunicação, Capitare, RedeTV, ESPN Brasil e Correio Braziliense são algumas das empresas no currículo. Em 2019, foi eleito pelo LinkedIn como um dos profissionais de destaque no Brasil no prêmio Top Voice.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube