Árvore dos desejos: saiba como a decoração de Natal pode realizar seus sonhos

Árvore dos desejos: inclua seus sonhos na decoração de Natal - Shutterstock
Árvore dos desejos: inclua seus sonhos na decoração de Natal - Shutterstock

Confira dicas de Lucimara de Morais, especialista em lei da atração e positivismo, para montar a sua árvore dos desejos no Natal.

O Natal já está batendo à porta e as decorações para a festa de fim de ano estão com tudo! Há quem prefira algo mais tradicional, mas as "árvores diferentonas" são apostas que estão em alta, mostram personalidade e podem deixar o seu momento em família ainda mais especial.

Está sem criatividade ou motivação? Que tal dar uma chance para a árvore dos desejos? A ideia é simples, inteligente e repleta de significados. Basta alguns minutos para pensar nos sonhos que você e seus familiares têm para o próximo ano. O universo se encarregará de trazer tudo que foi "depositado" na árvore de Natal. Parece mágica, mas o poder está sua mente.

Árvore dos desejos

O primeiro passo é chamar as pessoas que moram na sua casa para participar da montagem. Em vez de pendurar os enfeites comprados nas lojas, vocês pendurarão seus sonhos. "Recorte figuras, coloque fotos, selecione imagens que mais representem seus desejos", orienta Lucimara de Morais, especialista em lei da atração e positivismo.

Visualizar os sonhos, segundo a profissional, é uma forma de trazê-los para perto. Além disso, a montagem proporcionará um momento em família que entrará para a história. Lucimara dá o exemplo de uma aluna que viu sua vida mudar quando montou a árvore dos desejos pela primeira vez.

Todos os sonhos pendurados na árvore da moça foram realizados. A aluna mudou de casa, o filho comprou o videogame desejado e o marido conseguiu comprar...

Veja mais


Veja também

Viva Magenta em looks que são tendência: como incluir nas roupas a cor de 2023 eleita pela Pantone?
'A Fazenda 14': irmãs de Deolane Bezerra tentam tirar peoa da sede e acusam Record de crime
Anitta descobre ter vírus que pode causar esclerose múltipla: 'Não conseguia subir ao 2º andar de casa'