• Veja como prevenir doenças comuns no verão
    Vida e Estilo
    Yahoo Vida e Estilo

    Veja como prevenir doenças comuns no verão

    De hepatite à dengue, saiba como se precaver de problemas que podem estragar o descanso na estação mais quente do ano

  • Nanda Costa se declara para a mulher, Lan Lanh: “Só melhora”
    Vida e Estilo
    Patrick Monteiro

    Nanda Costa se declara para a mulher, Lan Lanh: “Só melhora”

    “Completaremos seis anos juntas na semana que vem. Só melhora! Te amo, Brotinho”, escreveu a atriz na legenda do vídeo que ela compartilhou no instagram

  • Pyong Lee é criticado por doar gatos antes de entrar no 'BBB 20'
    Vida e Estilo
    Amanda Caroline

    Pyong Lee é criticado por doar gatos antes de entrar no 'BBB 20'

    O youtuber deixou dois animais sob os cuidados do pai depois de descobrir a gravidez da esposa

  • Marília Mendonça exibe Léo com roupa formal para passaporte: 'Estou bonito?'
    Vida e Estilo
    Patrick Monteiro

    Marília Mendonça exibe Léo com roupa formal para passaporte: 'Estou bonito?'

    “Haahhaha você está lindo Léo!”, escreveu Tatá Werneck. “Benção de Deus”, comentou Matheus Mek

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Saiba o que os 18 brothers esperam do 'BBB 20'

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Big Brother Brasil 20 estreia na noite desta terça-feira (21). Serão 18 competidores confinados em uma casa, disputando o prêmio de R$ 1,5 milhão. Desta vez, o reality começa com um muro separando dois lados da casa: de um lado estará o grupo Pipoca, formado apenas pelos anônimos inscritos. Do outro, no grupo Camarote, os influenciadores e pessoas famosas que vão participar esse ano. Veja a seguir o que esperam os brothers para esta edição: Bianca Andrade, 25 anos, conhecida na internet como Boca Rosa - Rio de Janeiro (RJ) "Estou bastante ansiosa. O início do jogo vai ser muito divertido, aquela sensação de festa, de encontrar todo mundo. Acredito que, nessa hora, as preocupações vão ficar um pouquinho de lado e a gente vai curtir mais. Estar no BBB 20, para mim, é o máximo! Vai ser uma edição especial, feita com muito carinho. Se eu pudesse escolher uma edição para estar, eu escolheria a 20." Manu Gavassi, 27 anos - São Paulo (SP) "Estou pensando muito sobre qual vai ser a minha sensação quando entrar na casa. Vou querer explorar tudo! Vejo essa casa na televisão há quase 20 anos, então vai ser muito louco morar lá durante algum tempo. É a maior loucura que eu já fiz em toda a minha vida. Completei 27 anos e alguma loucura eu tinha que cometer. Eu escolhi essa." Mari Gonzalez, 25 anos - Salvador (BA) "Vai ser um momento único e indescritível, um misto de emoções: novidade, com alegria de ver pessoas e poder conversar. Mas acho que o principal sentimento vai ser de gratidão. É muito engraçado estar no BBB 20. Eu assistia ao programa, mas nunca imaginei estar nele. Porém, desde o dia que apareceu para mim, se tornou a minha vida. Eu penso nisso de manhã, de tarde e de noite." Pyong Lee, 27 anos - São Paulo (SP) "Estou empolgado, feliz. Vou querer explorar todas as novidades e ver o que mudou na casa desde a última edição. Não poderia estar em outra. É uma temporada histórica, de virada de década, comemorativa. É a primeira vez com metade anônimos e metade convidados. Vai ser a melhor de todas, com recorde de todos os paredões possíveis", disse, aos risos.  Rafa Kalimann, 26 anos - Campo Verde (MG) "Eu estou muito feliz. Acho que vou ser pega de surpresa com tudo o que vai ter de novo. A primeira coisa que eu vou querer saber é quem são os outros participantes e conhecer todo mundo. Eu sempre sonhei em estar lá, já me inscrevi várias vezes e estar no BBB como convidada é o mais impressionante de tudo. Quando a oportunidade bateu na porta, eu abracei sem pensar duas vezes." Felipe, 27 anos - São Paulo (SP) "Com certeza eu vou me sentir muito feliz na casa. Eu acho que a ansiedade vai passar e, a partir daí, é viver lá dentro mesmo. Estar no BBB 20 é legal para caramba porque eu sempre brinquei com os meus amigos dizendo que um dia eu iria entrar. E agora estou dentro da vigésima edição, que acho que será bem marcante." Babu Santana, 40 anos - Rio de Janeiro (RJ) "Vou me sentir feliz e um pouco assustado, eu acho. Feliz por estar em um programa ícone há tanto tempo. E assustado porque, até hoje, a exposição é algo com que ainda não me acostumei na minha profissão. E eu estou abrindo mais ainda essa janela. Mas eu já me expus tanto por muito menos, então está tranquilo (risos). Estar no BBB é a maior viagem! Eu lembro até hoje da primeira edição. Há 19 anos, eu me divirto com o programa. " Flayslane, 25 anos - Nova Floresta (PB) "Vai ser um sonho. Eu vou gritar, enlouquecer, ajoelhar. Mas realmente só dá para saber na hora mesmo. Isso é o que eu imagino. Estar na vigésima edição do 'Big Brother Brasil' é incrível. Parece que tudo se encaixou para que a participação viesse na hora certa. A ficha ainda não caiu. " Gizelly, 28 anos - Iúna (ES) "Quando eu entrar na casa do BBB pela primeira vez, eu vou me sentir feliz demais! Tudo aconteceu como tinha que acontecer. Em 2017 eu vim para a minha primeira seletiva, só que eu não estava psicologicamente preparada. E hoje eu me sinto tranquila, feliz e grata porque aconteceu da melhor maneira e no momento certo."  Gabi Martins, 23 anos - Belo Horizonte (MG) "Quando eu entrar na casa, vou ficar muito emocionada, muito feliz e pronta para dar meu melhor. É a realização do maior sonho da minha vida. E a maior loucura também. Tenho certeza de que vai ser o momento mais divertido e empolgante que eu já vivi." Guilherme, 28 anos - Presidente Prudente (SP) "Eu vou ficar muito feliz e curioso para conhecer todo mundo, saber quem é quem. Acho que a ficha só vai cair quando eu estiver lá dentro. Estar no BBB 20 é especial. É diferente porque eu sei que vai ter muita novidade, muita coisa que as pessoas não esperam, nem a gente. Acredito que será uma edição que vai entrar para a história." Hadson, 38 anos - Belém (PA) "Eu estou um pouco ansioso para este momento. É uma coisa muito nova para mim. Estar na vigésima edição do BBB é algo surreal, totalmente diferente de tudo o que eu já vivi. Tenho certeza de que vai ser espetacular!" Lucas Chumbo, 24 anos - Saquarema (RJ) "Quando eu entrar na casa, vou me sentir um pouquinho mais livre, comparando com o confinamento anterior (risos). Vou ficar muito feliz e querer socializar com todo mundo! Para mim é uma experiência nova, um desafio novo. É como se eu tivesse surfando uma onda gigante." Lucas, 26 anos - Florianópolis (SC) "Tenho certeza de que será uma grande surpresa porque todo ano tem novidades. Não sei muito bem o que esperar, na verdade. Acredito que vai ser a melhor edição de todas por ser uma temporada comemorativa. Só espero coisas boas desse Big Brother." Marcela, 31 anos - Rancharia (SP) "Eu estou muito animada para entrar na casa e louca para começar logo o programa. Para mim, é a realização de um grande sonho. Quero entender a loucura do game. Sempre quis fazer algo muito louco na minha vida e vi no 'Big Brother Brasil' essa oportunidade." Thelma, 35 anos - São Paulo (SP) "Vou ficar impactada quando entrar na casa. Acho que vou passar uns dez segundos em estado de choque. A gente assiste pela televisão, mas não se vê lá dentro. Estou curiosa para conhecer as outras pessoas também. Estou achando o máximo estar nessa edição super especial. Uma pessoa como eu, que gosta de brilhar, tinha que estar na vigésima mesmo (risos)." Petrix Barbosa, 27 anos - São Paulo (SP) "Vai ser muito diferente, não é uma casa qualquer. Com certeza eu vou ficar impressionado com tudo que eu vou ver. E vai ser difícil acostumar, saber que em cada canto tem câmeras, tem olhos de todos os lados. Talvez eu fique um pouquinho acanhado no início, mas logo me solto. Me sinto muito privilegiado por estar no BBB. Costumo dizer que eu sou o cara mais sortudo que eu conheço e acho que isso comprova. " Victor Hugo, 25 - Imperatriz (MA) "Eu vou me sentir eufórico. Vou agradecer muito a Deus e vou querer logo conhecer as pessoas, a casa e pegar logo o meu lugar (risos). Nós vamos fazer história lá dentro. Estou super feliz. Foi o primeiro 'Big Brother' que eu me inscrevi e já fui selecionado. Eu quero me jogar e fazer o máximo para que realmente seja histórico."

  • Larissa Manoela é influenciadora digital em novo filme da Netflix
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Larissa Manoela é influenciadora digital em novo filme da Netflix

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma influenciadora digital obcecada com as redes sociais é obrigada a se mudar para uma cidadezinha rural, sem cobertura de internet. Lá, se envolve numa série de confusões com os moradores locais. No processo, aprende com o avô, um colecionador de carros antigos vivido por Erasmo Carlos, a importância da vida para além das aparências. E, de quebra, se apaixona por um caipira charmoso. A fórmula de "Modo Avião", que a Netflix lança nesta quinta (23), não foge dos clichês dos filmes hollywoodianos voltados para o público jovem. Mas também não é tão distante do cotidiano de sua protagonista, Larissa Manoela. "Quando li o texto pela primeira vez, comecei a pensar em como faria aquele 'oi, gente' que não fosse próximo da Larissa", afirma a atriz, em entrevista por telefone. Aos 19 anos, 11 deles na televisão, ela tem 28 milhões de seguidores no Instagram. É ali que exibe sua rotina corrida e revela os bastidores das produções de que participa - por enquanto, outro longa adolescente, "Diários de Intercâmbio", embora também esteja cotada para viver a filha de Claudia Raia na próxima novela das seis da Globo. Manoela conta que se vigia para não chegar aos extremos de sua personagem, Ana. Mas diz ter noção de quanto valor a presença virtual agrega à sua carreira como atriz. "A vida da Ana é de fato outra, mas quando falo com outros artistas sobre esse tema, é real." Os tantos fãs que acompanham seus passos nas redes sociais parecem ser um dos maiores focos da Netflix no Brasil, que prometeu nada menos que 30 produções originais até o fim deste ano. Além de Manoela, que fechou contrato de três anos com a plataforma em sua saída do SBT, o streaming ainda anunciou no ano passado projetos com a atriz e apresentadora Maisa Silva e com a escritora Thalita Rebouças. Maisa é outra recordista de redes sociais, e tem um milhão de seguidores a mais que Larissa Manoela. Já Rebouças está por trás de algumas das produções juvenis mais bem-sucedidas dos últimos anos, "Tudo por um Pop Star" e "Fala Sério, Mãe!" --não por acaso, estreladas por Maisa e Manoela, nesta ordem. Para a Netflix, ela assina um longa sobre três adolescentes que fazem um pacto de solteirice num acampamento. Duas comédias românticas completam as apostas no segmento. São elas "Ricos de Amor", em que um ricaço finge ser pobre para conquistar uma menina pé no chão, e "Carnaval", sobre outra influenciadora digital. A moça decide curtir o feriado como se não houvesse amanhã depois que um vídeo em que é traída pelo namorado viraliza. Segundo Adrien Muselet, diretor de aquisição de conteúdo da Netflix no Brasil, o público a que os projetos se destinam foi historicamente desservido de narrativas autênticas. "[Eles] têm um apetite enorme por conteúdos que representam sua realidade e experiências, sem romantizar os problemas difíceis que enfrentam nessa idade", diz, por email. Uma provinha da avidez dos adolescentes por essas histórias provavelmente poderá ser vista já a partir deste sábado (25), no parque Ibirapuera. É quando acontece o festival Tudum, que trará, além de Manoela, Maisa e outros brasileiros, os astros de "Para Todos os Garotos que já Amei", Lana Condor e Noah Centineo.  Manoela conta ser fã do filme, cuja sequência estreia agora. "'Modo Avião' era exatamente o que procurava para a minha estreia na Netflix. Meu perfil lá só dá isso, 'Barraca do Beijo', 'O Date Perfeito', 'Nosso Último Verão'", afirma. Ela antecipa, porém, que seus próximos projetos no streaming devem sair um pouco do segmento. "Gosto de desafios, então é quase certo que meus próximos filmes vão abordar outros temas", diz.

  • ‘BBB 20’: reality começa com prova para imunidade, diz Boninho
    Vida e Estilo
    Patrick Monteiro

    ‘BBB 20’: reality começa com prova para imunidade, diz Boninho

    Boninho ainda divulgou que novos participantes podem entrar no reality além dos 18 nomes já anunciados

  • Chinelo chique: calçado chama atenção em desfiles de alta-costura
    Vida e Estilo
    Amanda Caroline

    Chinelo chique: calçado chama atenção em desfiles de alta-costura

    Grifes internacionais desfilam em Paris e apostam na rasteirinha como item de luxo

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Quatro filmes brasileiros são escalados para a principal mostra paralela de Berlim

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Festival de de Cinema de Berlim divulgou nesta segunda (20) a lista de filmes selecionados para suas mostras paralelas. Na Panorama, segunda mostra mais importante do evento - a primeira é a principal, competitiva -, estão escalados quatro brasileiros, além de uma coprodução com Argentina e Suíça. O novo filme de Karim Aïnouz, "Nardjes A.", acompanha com um celular um jovem militante na Argélia, país de origem da família do cineasta cearense. Aïnouz dirigiu, entre outros, "A Vida Invisível", que ganhou a mostra Um Certo Olhar em Cannes e foi o escolhido para representar o Brasil no Oscar --mas não foi indicado. Já "Vento Seco", do goiano Daniel Nolasco ("Paulistas"), mostra como um jovem no interior do Goiás tem sua vida alterada com a chegada de um forasteiro. Há ainda o documentário "O Reflexo do Lago", do paraense Fernando Segtowick, sobre pessoas que vivem próximas a uma hidrelétrica na Amazônia, e "Cidade Pássaro", de Matias Mariani ("A Vida Privada dos Hipopótamos"), que acompanha a adaptação de um nigeriano em São Paulo.  Na seleção da Panorama está também o longa "Un Crimen Común", do argentino Francisco Márquez, uma coprodução Argentina, Brasil e Suíça. O festival começa no dia 20 de fevereiro e a lista dos filmes que formam a mostra competitiva ainda não foi divulgada.  "Meu Nome É Bagdá", de Caru Alves de Souza, estará na mostra Generation, que mapeia filmes sobre a juventude. Gustavo Vinagre, de "A Rosa Azul de Novalis", e Paula Gaitán, de "Sutis Interferências", levam seus novos filmes, "Vil, Má" e "Luz nos Trópicos", à mostra Forum, na qual também está programado "Chico Ventana también Quisiera Tener un Submarino", coprodução de Uruguai, Argentina, Brasil, Holanda e Filipinas. Mais seis brasileiros (Jonathas de Andrade, Ana Vaz, Aline Motta, Patricia Ferreira Pará Yxapy, Grace Passô e Ricardo Alves Jr) terão seus trabalhos exibidos na mostra Forum Expanded, dedicada a filmes de linguagem experimental e vídeos de arte.

  • Após adiamento de shows, Ozzy Osbourne revela que tem Parkinson
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Após adiamento de shows, Ozzy Osbourne revela que tem Parkinson

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor Ozzy Osbourne, de 71 anos, revelou nesta terça-feira (21) que foi diagnosticado com Parkinson. "Não chega a ser uma sentença de morte, mas atinge o sistema nervoso. Você alterna entre dias bons e ruins", disse sua esposa, Sharon Osbourne, ao lado do artista, no programa "Good Morning America". O roqueiro ficou internado três vezes ao longo de 2019. Fazendo uma série de exames, ele descobriu que uma cirurgia realizada no início do ano havia deixado sequelas.  Osbourne foi, então, diagnosticado com Parkinson do tipo dois.    Em decorrência do seu estado de saúde, ele adiou shows de sua turnê solo. "Vindo de uma classe trabalhadora, eu odeio decepcionar as pessoas. Odeio não fazer O artista afirmou também que está fazendo tratamento fora dos Estados Unidos e já possui consulta marcada em abril na Suíça.  Após anos sendo vocalista do Black Sabbath, Ozzy Osbourne ganhou fama no mundo da música. Depois de ser expulso do grupo, ele disse à Folha, em 1995, que enxergava a banda como "uma ex-namorada: desejo tudo de melhor para ela, mas tenho minha própria vida". Recentemente, o cantor lançou a música "Ordinary Man" em parceria com o Elton John. A faixa faz parte de seu novo disco, que já está liberado para pré-venda.

  • Deborah Secco se inspirou em Claudia Raia para novela: ‘Não cheguei aos pés’
    Vida e Estilo
    Patrick Monteiro

    Deborah Secco se inspirou em Claudia Raia para novela: ‘Não cheguei aos pés’

    "As cenas de musical da personagem fiz inspiradíssima na Claudia. Não cheguei aos pés dela, mas tentei", disse ao Yahoo!

  • Bienal criará rede de mostras em São Paulo para a próxima edição
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Bienal criará rede de mostras em São Paulo para a próxima edição

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os curadores da Bienal Internacional de São Paulo estão articulando para a próxima edição, programada para setembro, uma rede de exposições por 25 espaços da cidade, em diferentes regiões.  A ideia é que essas mostras se conectem à programação central, que tradicionalmente acontece no prédio da Bienal no parque Ibirapuera. Os curadores estão chamando as instituições participantes da rede de "espaços parceiros", pois cada um desses espaços vai subsidiar a sua própria programação. O time de curadores é composto por Jacopo Crivelli Visconti, Paulo Miyada, Carla Zaccagnini, Francesco Stocchi e Ruth Estévez. Estão listados, nessa rede, espaços como a Casa do Povo, no Bom Retiro, o Centro Cultural Banco do Brasil, na região central, o Centro Cultural São Paulo, no Paraíso, o Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, na Cidade Tiradentes, e o Instituto Tomie Ohtake, em Pinheiros. No Tomie Ohtake haverá a exposição individual do norte-americano Alex Katz, importante nome da pop arte em seu país.  No Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, será apresentada mostra de Marinella Senatore (1977, Cava de' Tirreni, Itália), em parceria com coletivos e agentes da Cidade Tiradentes. Senatore é uma artista multidisciplinar, que faz pontes entre música, artes visuais e cinema. "Todos os artistas participantes da rede são artistas participantes que tem ao menos uma obra na Bienal", diz Miyada. "Às vezes são obras que são continuação de suas exposições individuais, às vezes da mesma família de obras, às vezes trabalhos complementares". A lista de artistas da Bienal será divulgada ainda "daqui alguns meses", segundo o curador. Segundo eles, a ideia de criar uma rede de "espaços parceiros" se dedica à ideia de tornar a exposição mais acessível a quem mora em diferentes regiões e bairros distantes.

  • "É hora de abusar", diz stylist de Andressa Suita após ensaio fotográfico
    Vida e Estilo
    Bárbara Saryne

    "É hora de abusar", diz stylist de Andressa Suita após ensaio fotográfico

    Izabelle Capuzzo listou dicas para você copiar e arrasar ao montar seus looks em 2020

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Meghan e Harry seguem sendo perseguidos por paparazzi no Canadá

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Embora o principal motivo alegado pelo príncipe Harry e a duquesa de Sussex, Meghan Markle, para abdicarem de seus papeis na família real britânica tenha sido a perseguição da mídia, a imprensa do país não tem dado descanso ao casal. Nesta terça (21), a vida privada dos dois continua sendo seguida em detalhes pela mídia britânica. Uma foto de Meghan andando no parque em Vancouver, com o filho Archie e seus cachorros, foi capa do tabloide The Sun. A chegada de Harry ao Canadá também foi registrada. Um fotógrafo captou o momento em que ele descia do avião, de forma separada dos demais passageiros, e entrava em um carro, vestindo gorro e jaqueta. As notícias de que o afastamento dos dois incluiria a devolução dos £ 2,4 milhões (cerca de R$ 12 milhões) gastos com as reformas de sua mansão em Windsor e de que eles não teriam direito a mesada da Coroa britânica foi recebida de maneira triunfal em editoriais e em análises publicados no último domingo (19). Manchetes como “Harry e Megan na Sarjeta”, “Hora da Revanche” e “Liberdade… por um Preço” se repetiram nos jornais. Muitas das publicações apelidaram a mudança do casal para a América do Norte de “Megxit”, num trocadilho com o Brexit. As reportagens ainda aproveitaram a oportunidade para rebater as reclamações de assédio do casal, chamando-os de hipócritas e imaturos. No The Daily Mail, o apresentador do Good Morning Britain, Piers Morgan, pediu que Harry guardasse “suas lágrimas de crocodilo patrióticas”. “Você NÃO precisavam desistir. Você escolheu se livrar da rainha, da monarquia, dos seus colegas militares e do seu país… para se tornar um Kardashian real e deixar Meghan feliz”, escreveu Morgan. Depois, ele comparou a saída de Harry e Meghan, descritos como um par de crianças “mimadas, egocêntricas e hipócritas”, a uma tentativa de pedir dinheiro de resgate num sequestro. O tom foi semelhante ao de Dan Wooton, editor-executivo do tablóide The Sun. “Harry e Meghan conseguiram exatamente o que queriam -ganhar milhões e evitar quaisquer obrigações no Reino Unido”, escreveu, em referência ao rumor de que Markle teria assinado um contrato de dublagem com a Disney revelado pela revista The Times. Harry e a mulher reclamaram dessa cobertura em diversas ocasiões. Uma das queixas mais frequentes era em relação ao racismo com que a mídia tratava Markle, que é filha de uma mulher negra. Reportagens já citaram o “DNA exótico” da agora ex-duquesa de Sussex, e compararam o filho dela com Harry, Archie, a um chipanzé. No ano passado, Harry disse numa entrevista à ITV que “não entraria no jogo daqueles que mataram a sua mãe”. Ele se referia ao acidente de carro que causou a morte da princesa Diana em 1997. Segundo revelou a BBC na época, um dos fatores que levaram à tragédia foi uma perseguição de paparazzi. O duque e a duquesa de Sussex anunciaram seu desejo de "se afastar do papel de membros seniores da família real" britânica e trabalhar para conquistar a própria independência financeira no início deste ano, por meio do Instagram. A decisão do casal surpreendeu a rainha Elizabeth 2ª, que disse a interlocutores não ter sido consultada. No dia 13, o Palácio de Buckingham divulgou um comunicado dizendo que concorda com a saída deles e estabeleceu um período de transição para o processo. Alguns dias depois, outra nota declarou que o casal está proibido de usar seus títulos de realeza.

  • Fátima revela se os filhos têm ciúmes de Túlio e brinca: 'São ótimos atores'
    Vida e Estilo
    Amanda Caroline

    Fátima revela se os filhos têm ciúmes de Túlio e brinca: 'São ótimos atores'

    A apresentadora abre o jogo sobre a relação dos trigêmeos com o namorado, o deputado federal Túlio Gadêlha

  • Gretchen diz que Carlos Bolsonaro é apaixonado pelo filho Thammy
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Gretchen diz que Carlos Bolsonaro é apaixonado pelo filho Thammy

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Gretchen, 60, não deixa passar nenhum desaforo. Nesta terça-feira (21), a cantora usou seu perifl em uma rede social para mandar um novo recado ao vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Ela afirmou que o político é apaixonado pelo filho Thammy Miranda. "É incrível como você é apaixonado pelo meu filho. Está doido para entrar na nossa família. Mas meus filhos homens estão todos casados. Só lamento", escreveu a artista, em resposta a foto publicada de Thammy no perfil de Carlos Bolsonaro. De volta ao Brasil -a cantora se divorciou do marido, Carlos Marques, com quem vivia em Portugal-, Gretchen também disse a Carlos que deseja fazer um encontro "tete a tete". "E agora? Vamos E agora  vamos de tete a tete? Estou no Brasil baby. Agora é comigo mesmo!", questionou. Essa não foi a primeira vez que Gretchem mencionou o vereador. Recentemente, o filho de Jair Bolsonaro replicou uma foto do parto de Bento, filho de Thammy Miranda e Andressa Ferreira, que nasceu no início deste ano. Junto da imagem ele escreveu a legenda: "Felicidades para você e sua família, irmão". A cantora respondeu ao vereador com um comentário: "Você realmente não tem um pingo de senso nem noção de onde pisa. Se ele não te processar, processo eu que sou mãe dele. Bossal." Ela ainda completou dizendo que o político precisa da imagem do filho para fazer "gracinha na internet." "Qual foi o objetivo desse post ridículo na sua página? Você precisa da imagem do meu filho para fazer gracinha na internet, né? Queria poder assumir a sua posição e não pode. Triste né", escreveu no Twitter. Depois da discussão, Carlos apagou a legenda da publicação, mas manteve a foto de Thammy.

  • Patricia Pillar deve debater com artistas 'ódio do governo' e se diz perplexa com 'fatos recentes'
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Patricia Pillar deve debater com artistas 'ódio do governo' e se diz perplexa com 'fatos recentes'

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "Não há diálogo com esse governo e sim uma perplexidade nossa diante dos fatos recentes", disse a atriz Patrícia Pillar sobre a possível criação de uma comitiva de artistas para levar demandas da classe à atriz Regina Duarte, convidada de Bolsonaro para a pasta da Cultura. A informação de que Pillar estaria articulando um encontro com outros artistas para debater o tema foi adiantada pelo jornal O Globo, segundo o qual havia uma reunião marcada para esta quarta (22) na casa da atriz. Pillar, porém, nem confirmou a informação e nem a desmentiu. A atriz restringiu-se a indicar que existe a ideia de fomentar encontros. "Precisamos trocar ideias entre nós sobre o ódio deste governo às artes e o desmonte promovido por eles na Cultura, apenas isso. E lutar, sempre, para que nada esteja acima da Constituição", finalizou, antes de interromper a conversa. Regina afirmou nesta segunda à coluna Mônica Bergamo que fará testes na Secretaria Especial da Cultura, do governo federal, para depois responder se vai assumir ou não a pasta. Ela também confirmou sua parceria com o governo Bolsonaro em um posto no instagram nesta terça (21). Se assumir, Regina será o quarto nome na mesma cadeira. O diretor e dramaturgo Roberto Alvim foi demitido do mesmo cargo na última sexta depois de publicar um vídeo no qual copia frases de Joseph Goebbles, ministro de Hitler na Alemanha nazista. Nesta segunda, ele publicou texto no Twitter dizendo desconfiar que por trás do episódio houve uma "ação satânica".

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Campeões do 'BBB' vão de vendedor de cosméticos à política

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mesmo depois de deixar a casa mais vigiada do Brasil, Paula von Sperling, vencedora do BBB 19, continua no centro de polêmicas. No final de dezembro, a mineira virou notícia ao revelar, em resposta a um seguidor nos stories do Instagram, que já havia gastado o prêmio de R$ 1,5 milhão. "Espero que os sites de fofoca não vejam isso, mas já gastei, né? Dinheiro é para quê?", disparou. Em entrevista à reportagem, Sperling diz que, na verdade, seu dinheiro está investido: "Respondi uma pergunta em tom de deboche e os sites já saíram espalhando sem ao menos vir me questionar a veracidade". A ex-BBB afirma que parte do dinheiro foi utilizado para cobrir pendências financeiras da família, conforme ela tinha prometido ao entrar no reality. "A dívida era muito maior do que pensávamos e foi exatamente pra isso que eu precisei entrar."  Paula von Sperling também recebeu os carros que conquistou nas três provas de resistência que venceu ao longo da 19ª edição do programa. Juntos, os veículos valem R$ 395 mil. Mas a sister não manteve todos. "Dei a Toro prometida de presente para o meu pai, vendi a outra para o meu tio avô, e o Argo para minha irmã. Hoje ter e manter um carro não é minha prioridade."  Passado um ano desde sua vitória, Paula von Sperling avalia que sua vida mudou para melhor, tanto pessoal e profissional quanto financeiramente, mas diz que continuou atuando como advogada e, até acertar com assessoria, foi pegando os trabalhos que foram chegando mesmo.  Outra notícia que  Sperling desmentiu foi a de que teria terminado o relacionamento com o empresário bilionário Daniel Guimarães Ramalho, 39, que também foi divulgada via stories. Mas, dessa vez, do perfil da companheira de confinamento Isabella Cecchi. "Nós estamos nos ajustando a um momento instável, o que é normal em qualquer relacionamento, por isso prefiro não me posicionar no momento", diz Sperling à reportagem. Quanto ao arquivamento do processo por intolerância religiosa pelo qual passou durante a temporada na casa, Paula von Sperling afirma que a sensação foi de justiça. "Deus sabe do meu coração e do meu caráter e a justiça do homem só o fez comprovar, Ele dá a cada um o que lhe é de merecimento, não foi à toa que o prêmio tão sonhado veio pra mim." Mas nem só de milionários se faz o time de campeões do Big Brother Brasil. Dos vencedores das 19 edições do reality, quatro gastaram a totalidade do prêmio. A maioria, porém, ainda soube investir o capital e fazer crescer o montante milionário. SAIBA O QUE ACONTECEU COM CADA GANHADOR DO BBB BBB 1: Kleber Bambam Primeiro campeão do reality, Kleber Bambam entrou na casa como dançarino de axé, ficou famoso por seu relacionamento com a boneca Maria Eugênia e saiu com o prêmio que, à época, era de R$ 500 mil. Depois de investir o valor em construção civil, imóveis, pontos comerciais em shoppings, presença em eventos e até em ações na Bolsa de Valores, o paulista passou a se dedicar ao fisiculturismo. Aos 42 anos, já acumula prêmios em concursos americanos e divide seu dia a dia com os seguidores no Instagram e em seu canal no YouTube. Em 2013, chegou a voltar para o BBB, mas não aguentou a pressão e pediu para sair na segunda semana do programa.  Recentemente, ele se tornou trending topic (assuntos mais comentados) no Twitter com um vídeo em que invade um quarto de hotel em Las Vegas, encontra o meme da internet Daddy Long Neck na cama com duas mulheres e o tira de lá à força -e aos gritos.  BBB 2: Rodrigo Leonel (Cowboy) Diferentemente de Bambam, o vencedor da segunda edição do reality tomou decisões erradas ao investir prêmio de R$ 500 mil e acabou perdendo tudo. De acordo com relato dado no programa Domingo Show, da Record, em julho de 2019, Rodrigo Cowboy resgatou o montante assim que o recebeu e usou para comprar mil bezerros e pagar dois anos de aluguel de uma fazenda, além de investir em apartamentos para a mãe e para duas filhas de casamentos anteriores -que precisaram ser vendidos. Como deixou o negócio na mão de terceiros, ele teve que vender metade do gado para pagar as dívidas e o dinheiro se foi por completo em 2008. Um ano antes, chegou a ser preso em flagrante por estelionato na Festa do Peão de Boiadeiro, em Barretos (SP), tendo que contar com a família para pagar a fiança de R$ 30 mil para deixar a prisão.  Atualmente, ele mora com a esposa e o filho caçula em uma casa alugada em Ribeirão Preto, no interior paulista, onde trabalha como "personal de cavalo" e corretor de imóveis e complementa a renda com a venda de latinhas.  BBB 3: Dhomini Ferreira Dhomini entrou na casa como assessor parlamentar e saiu com o prêmio de R$ 500 mil, que investiu em imóveis e terrenos e no arrendamento de um posto de gasolina. Mas os negócios não deram certo e ele acabou fazendo carreira na marca de cosméticos Hinode, realizando palestras e ocupando a categoria "duplo diamante", a apenas dois passos do topo da cadeia da empresa. O goiano também voltou ao BBB na 13ª edição, tendo sido eliminado na segunda semana por conta de uma história de quando agrediu um cachorro. Atualmente com cinco filhos e dono de um perfil no Instagram que divide com a esposa, Adriana, Dhomini vai protagonizar em breve um reencontro com Sabrina Sato, com quem viveu um dos romances mais queridos da história do reality.  A agora apresentadora está no comando do Made in Japão, que fará parte do Domingo Show, na Record -e o ex-BBB é o primeiro participante confirmado no game show, em que concorrerá, mais uma vez, a R$ 500 mil.  BBB 4: Cida dos Santos A vitória da babá Gecilda da Silva dos Santos foi uma das mais comemoradas da história do BBB. Mas a sua história, que tinha tudo para ter um final feliz, foi prejudicada pela ingenuidade e pelo bom coração de Cida, que acabou perdendo todos os R$ 500 mil que conquistou. Tudo começou assim que ela saiu da casa, quando precisou contratar um advogado para lidar com um ex-companheiro que reivindicava parte do prêmio. Além disso, Cida também emprestou dinheiro para parentes e amigos. Para completar, aceitou ser fiadora de uma suposta assessora que não pagou o aluguel e acabou tendo que usar sua casa em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, para quitas as dívidas e tirar seu nome da Justiça. Atualmente, ela mora em uma quitinete -mobiliada em parte por doações da colega de confinamento Solange- com o segundo marido e os dois filhos do primeiro casamento e, sem emprego fixo, vende bolo de pote para somar ao salário que o companheiro ganha como motoboy.  BBB 5: Jean Wyllys Amigo de Grazi Massafera na casa, Jean Wyllys foi o primeiro vencedor do BBB a levar para casa o prêmio reajustado em R$ 1 milhão. Homossexual, o ex-professor universitário construiu uma carreira na política, ao ser eleito para Câmara dos Deputados e defender as causas LGBT e de outras minorias desde 2010, pelo PSOL. Quando foi reeleito, em 2014, Wyllys foi o sétimo mais votado entre os candidatos a deputado federal no estado do Rio de Janeiro. Mas a tensão do novo cenário político fez com que ele abrisse mão do mandato que conquistou pela terceira vez consecutiva. Vivendo sob escolta policial desde o assassinato de sua correligionária Marielle Franco, em março de 2018, Jean Wyllys decidiu sair do Brasil devido à intensificação das ameaças de morte que vinha recebendo. Ele continua apresentando o programa Cinema em Outras Cores, do Canal Brasil, e vai inaugurar no dia 10 de março deste ano o projeto Fronteira Jean Wyllys, "espaço virtual" que reunirá seus textos, suas redes sociais e um podcast com participações de pessoas que estão lutando por "justiça, democracia, artes e liberdades em todo o mundo", segundo postagem, em seu Instagram.  BBB 6: Mara Viana Segunda mulher a vencer o reality, a auxiliar de enfermagem Mara Viana usou parte do prêmio de R$ 1 milhão para custear o tratamento da filha. Mara, que, após sofrer uma lesão cerebral que a impediu de andar durante a infância, atualmente está curada e faz faculdade de direito. O restante do dinheiro foi investido em imóveis, incluindo uma casa mais confortável para a família, na ampliação de uma escola que mantinha em Porto Seguro (BA), e em uma pousada a oito minutos de caminhada da praia. Com patrimônio estimado em cerca de R$ 6 milhões, segundo seus próprios cálculos, Mara realizou o sonho de se formar na faculdade, tendo conquistado o diploma de Teologia no ano passado, aos 46.  BBB 7: Diego Gasques (Alemão) Famoso pelo triângulo amoroso que viveu com Íris e Fani -que chegou a cogitar pedir doação de esperma para o ex-affair- em sua temporada, Alemão foi um dos que fizeram render o prêmio conquistado no reality. Depois de sair da casa, o paulista de São Bernardo do Campo chegou a atuar por alguns anos como apresentador de programas do Multishow relacionados ao BBB, como Nem Big Nem Brother e A Eliminação. Mas, desde que se afastou da televisão, tem feito o capital girar por meio de transações no mercado imobiliário. Além disso, ele também coordena uma empresa fundada pelo pai em sua cidade natal. Nas horas vagas, ele aproveita para gastar o dinheiro que sobra em viagens repletas de surfe, seu maior hobby -e faz questão de ostentar os cliques em sua conta no Instagram.  BBB 8: Rafinha Ribeiro Conhecido por vencer uma das disputas mais acirradas do BBB, com 50,15% dos votos contra Gyselle, Rafinha investiu o prêmio milionário em suas duas paixões, montando em Campinas, sua cidade natal, um estúdio de música e um de tatuagem. O primeiro não vingou, mas o segundo, focado em traços finos e escrita, tornou-se sua ocupação principal. O ex-músico também aplicou parte do dinheiro conquistado no reality em imóveis.  BBB 9: Max Porto Conhecido pelo romance que viveu com Francine em sua temporada, Max se inspirou em Dhomini para colocar em prática as estratégias que o fizeram levar R$ 1 milhão para casa. Mas não parece ter colocado as mesmas em prática para manter o patrimônio após sair do programa. Pai de Luna, fruto de sua relação com a modelo Kah Pinheiro, o mineiro disse não ter sobrado um centavo do prêmio. Aos 41 anos, segue a vida de artista plástico, depois de tentar emplacar um serviço de coaching para aspirantes a participantes do BBB, que não vingou.  BBB 10: Marcelo Dourado Marcelo Dourado é a prova de que a persistência é o segredo do sucesso. O gaúcho estreou no Big Brother Brasil em 2004, na quarta edição. Mas foi só quando retornou ao reality, em 2010, que levou para casa o prêmio, reajustado para R$ 1,5 milhão. Professor de educação física por formação, ele investiu o dinheiro na carreira de atleta e se tornou empresário do ramo esportivo. Faixa preta em jiu-jítsu e judô, casou-se com uma companheira de tatame e segue dando aulas e treinamentos.  BBB 11: Maria Melilo Assim que saiu de casa com o prêmio de R$ 1,5 milhão, Maria foi surpreendida com o diagnóstico de câncer no fígado. No mesmo ano, ela doou R$ 20 mil para uma entidade de apoio a crianças com câncer, cheque que entregou com seu então namorado, o também ex-BBB Wesley Schunk, com quem viveu um romance dentro da casa. Em 2013, ela acabou tendo que se submeter a uma cirurgia para retirar 70% do fígado. Atriz e modelo, a paulista chegou a apostar em uma carreira na TV, arriscando participações nos programas Casseta & Planeta, Urgente! e Vai que Cola e atuando também como repórter do TV Fama, da Rede TV. Após o fim do romance com o agora deputado federal Jarbas Vasconcelos, 42 anos mais velho, Maria assumiu no ano passado o relacionamento com o empresário Arnaldo Pereira Filho, que, segundo o Extra, tem patrimônio estimado em R$ 200 milhões. BBB 12: Fael Cordeiro Ligado às suas raízes, Fael Cordeiro continuou vivendo em Dourados, no Mato Grosso do Sul, após ganhar a bolada de R$ 1,5 milhão -mas com muito mais conforto. O ex-BBB investiu o capital em fazendas e em um centro de capacitação para agrônomos e veterinários como ele. O amor pelo estado natal é tamanho que consta até no nome de seu perfil no Instagram, em que compartilha a rotina de caubói: @faelcordeiroms. Atualmente, ele é casado com uma cirurgiã-dentista, com quem teve, no ano passado, a primeira filha, Laura.  BBB 13: Fernanda Keulla A participação no Big Brother Brasil rendeu a Fernanda Keulla muito mais do que o prêmio de R$ 1,5 milhão. Pressionada a seguir os passos do pai advogado, a mineira formou-se em direito e passou no exame da OAB, mas foi graças ao reality que conseguiu realizar um sonho que nutria há tempos: o de trabalhar com comunicação. Repórter do BBB há três edições, Fernanda também passou pelo Vídeo Show e teve dois programas na Globo Minas, por três anos. Com o capital conquistado em sua temporada, ela conseguiu reformar a casa dos pais, pagar a faculdade de medicina da irmã e até investir na própria aposentadoria. Embora não descarte voltar a trabalhar com direito, o foco de Fernanda agora é a carreira de apresentadora, que tem o salário incrementado com posts patrocinados no Instagram.  BBB 14: Vanessa Mesquita Considerada uma das campeãs mais pão-duras da história do Big Brother Brasil, Vanessa Mesquita não gastou um centavo do prêmio de R$ 1,5 milhão conquistado em sua edição. Para manter o patrimônio, a paulista investiu o capital e, com os rendimentos, conseguiu ajudar a família, se formar em medicina veterinária e ainda criar um projeto para ajudar animais abandonados. Última sister a posar para a edição impressa da Playboy -que inicialmente contaria também com a presença de Clara, com quem formou o primeiro casal homossexual do reality-, Mesquita também começou a treinar para competições de fisiculturismo.  BBB 15: Cézar Lima Formado em direito e economia, o paranaense ficou famoso em sua edição pelas pérolas neologistas e nunca tocou em um centavo do R$ 1,5 milhão que levou na final. Casado e com um filho, o caubói investiu todo o capital e hoje utiliza apenas os rendimentos. Com um dinheiro extra que ganhou com publicidade, construiu uma casa para a mãe. Em 2018, ele chegou a tentar se eleger deputado federal pelo Paraná, declarando um patrimônio de R$ 1,7 milhão em aplicações. Mas não teve sucesso na empreitada política. Embora continue atuando como advogado, Cézar tem vontade de voltar à TV e até investiu em um canal no YouTube. BBB 16: Munik Nunes Mais jovem vencedora da história do Big Brother, Munik voltou para casa com R$ 1,5 milhão aos 19 anos. Ao sair da casa, procurou um economista, que a orientou a doar metade da bolada para os pais, investir a outra metade em empresas e bancos e viver do dinheiro ganhado com eventos. Foi aí que a goiana resolveu investir na carreira de digital influencer, lucrando com postagens pagas e criando até seu próprio aplicativo. Em 2018, ela participou do reality Power Couple (Record), com o marido, o empresário Anderson Felício -mas foi eliminada no início do programa.  BBB 17: Emilly Araújo Envolvida em um relacionamento abusivo com o médico Marcos Harter, que chegou a ser indiciado por agredi-la durante o confinamento e expulso do programa, Emily Araújo venceu o programa e levou para casa o prêmio de R$ 1,5 milhão. Parte do valor foi gasto no pagamento de boletos antigos, a outra foi investida com o auxílio de um educador financeiro. Mas, embora tenha ostentado a sua riqueza para uma pessoa que a teria provocado no festival Villa Mix, Emily diz não querer levar uma vida de luxo. Seu sonho mesmo era ser atriz, mas ela não passou em nenhum teste e teve o contrato com a Globo encerrado. Após triplicar o valor do prêmio com seu trabalho como influenciadora digital, segundo contou ao TV Fama em 2018, a gaúcha agora aposta na carreira de youtuber. BBB 18: Gleici Damasceno Primeira participante acriana da história do reality, Gleici Damasceno logo virou queridinha do público e voltou com ainda mais força depois do paredão falso. A ex-estudante de psicologia só mexeu no prêmio de R$ 1,5 milhão para comprar uma casa maior em Rio Branco (AC) para a mãe, em que também vivem seus irmãos e duas tias. Além de colher os frutos da publicidade no Instagram, Gleici Damasceno também investe nos estudos para se tornar atriz. A ex-BBB estreará nos cinemas em dois filmes neste ano.

  • Jonas Sulzbach defende Mari Gonzalez de indireta da Anitta sobre BBB
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Jonas Sulzbach defende Mari Gonzalez de indireta da Anitta sobre BBB

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Apesar de estar curtindo as férias ao lado dos amigos em Aspen, Colorado, Anitta, 26, está acompanhando todas as novidades do BBB 20 que estreia nesta terça-feira (21) na rede Globo.  A cantora acabou fazendo uma declaração polêmica em sua rede social e chamou atenção de Jonas Sulzbach, ex-participante do reality (2012) e marido de Mari Gonzalez, influencer digital que fará parte do elenco do programa neste ano.  "Estava conversando aqui com a Nanda e ela começou a me atualizar sobre o BBB, me falou que entrou um pessoal famoso, não sei o quê... só consigo pensar uma coisa: quem vai lavar a louça?", brincou Anitta em seu story. A intérprete de "Vai Malandra" continuou o questionamento em tom de deboche, segundo os internautas. "Quem vai varrer o chão? Quem vai fazer a comida?". Anitta também disse que está ansiosa para acompanhar o reality: "Quero muito ver." Após a declaração da cantora, o instrutor de Mahamudra Jonas Sulzbach apareceu em sua rede social falando sobre Gonzalez e afirmou que a influencer é boa de cozinha. "A bichinha cozinha muito bem. Sabe aquela comida que dá gosto de comer? Com tempero, aquela coisa deliciosa. Normalmente, na cozinha, eu lavo a louça, mas muitas vezes ela lava a louça". Sulzbach não parou por aí. O modelo alfinetou Anitta dizendo que a esposa "limpa muito bem o chão". "Como varre, como passa um pano. Fica tão limpo o chão, que a comida que ela cozinha dá pra comer do chão, com o garfinho ali ó!", contou o ex-brother.

  • Regina Duarte diz que está 'de corpo e alma' com o governo Bolsonaro
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Regina Duarte diz que está 'de corpo e alma' com o governo Bolsonaro

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Junto com a imagem de uma bailarina que tem um rato e um gato a seus pés, Regina Duarte fez sua primeira publicação nas redes depois de fechar um acordo com o governo Bolsonaro.  "Aceitei, afinal , período de noivado . Eu tinha outra saída ? Então... Uhúúú ...!!! , né?", disse, em referência ao convite feito pelo presidente para que assuma a pasta da Cultura depois que Roberto Alvim foi demitido do mesmo cargo por usar frases de Goebbles, ministro da Propaganda de Hitler, em vídeo. Com pontuação irregular, Regina escreveu que "as relações precisam passar pelo 'noivado'". Ela ainda não foi nomeada e acordou fazer testes a partir de quarta-feira para entender como funciona o órgão. Regina teme "correr o risco de dar com os burros n'água", embora tenha escrito que quer correr menos risco de "não dar com os burro n'agua". "Concorda ?", pergunta, para seus seguidores. A atriz ainda se disse "Feliz e AGRADECIDA" pelo imenso apoio amoroso recebido nos últimos dias. "Foi emocionante e muito lindo sentir que se aceitar a batalha tudo bem e se não aceitar, também". "To de corpo e alma com esse governo, vcs já sabem , apaixonada como sempre pelo meu país , louca pra contribuir com a produção da alegria e felicidade geral ...", prossegue. "Me entrego ao que Deus e o Destino reservam pra mim, muito grata pela confiança de todos . Vou , como sempre tenho feito , dar o meu melhor pela causa da nossa Cultura . "

  • Scheila Carvalho se emociona ao ver filha dançando axé com o pai, Tony Salles
    Vida e Estilo
    Originais do Yahoo

    Scheila Carvalho se emociona ao ver filha dançando axé com o pai, Tony Salles

    A pequena Giulia, de 9 anos, parece ter herdado o gingado dos pais, Tony Salles e Scheila Carvalho. No Instagram, a mãe da menina compartilhou um vídeo que mostra Giulia dançando no palco, ao lado do pai, em um show do Parangolé. Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente! "Uma mãe babona com sua filha metendo dança não quer guerra com ninguém! Me representa filha! Ai, muita emoção para esse meu coração, ver meus dois amores no palco! Desidratei de tanto que chorei!", escreveu Scheila, emocionada. Veja também • Andressa Ferreira compartilha vídeos na maternidade e conta porque optou pela cesárea • Pais de gato? Caio Castro posa com pet que teria dado para Grazi Massafera • Após cirurgia no nariz, Maraisa mostra maquiagem para esconder hematomas