• Lisos, cacheados, oleosos? Saiba como escolher o melhor shampoo
    Vida e Estilo
    Redação Vida e Estilo

    Lisos, cacheados, oleosos? Saiba como escolher o melhor shampoo

    Veja essas dicas e aprenda a escolher o shampoo mais adequado para o seu tipo de cabelo e tenha fios incríveis!

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Programação da TV Aberta deste domingo

    REDE TV! 05h00 Mariana Godoy Entrevista 05h45 Documento Verdade 06h30 Operação de Risco 07h30 Saúde e Sexualidade 08h00 Galinha Morta 08h30 Show da Saúde 08h45 Galinha Morta 09h00 RedeTV! News 10h00 Igreja Universal do Reino de Deus 11h45 Resgate Pet 12h15 Camisaria Fascynios 12h45 Show da Saúde 13h00 Sensacional 14h00 É da Gente 15h30 A Hora e a Vez da Pequena Empresa 15h45 Educação Na TV 15h55 Afinação 16h00 Sono Quality 17h30 Tricotando 18h00 Malhando a Língua 18h30 A Melhor Viagem 20h00 ENCRENCA 23h00 João Kleber Show 00h45 Mega Senha 2.1 02h00 Bola na Rede 02h30 Te Peguei 03h00 Igreja da Graça No Seu Lar GAZETA 06h00 Igreja Universal do Reino de Deus 07h00 Gazeta Shopping 08h00 Encontro com Cristo 08h30 Gazeta Shopping 11h00 Gazeta Motors 12h00 Gazeta Imóveis 13h00 Gazeta Shopping 15h00 Fortcap 16h00 Gazeta Shopping 18h00 Cozinha Amiga 20h30 Programa Seguro 21h00 Mesa Redonda 23h00 Estilo Ramy 23h30 Gazeta Shopping BAND 05h00 +info 08h30 Viagens ao Redor do Mundo 09h00 Papo de Boleiro 09h30 Gol: O Grande Momento do Futebol 10h00 Gol: O Grande Momento do Futebol 10h30 Pé na Estrada 11h00 Planeta Selvagem 12h00 Band Esporte Clube 14h00 Campeonato Brasileiro Sub-20: Ao Vivo 16h00 Cine Band 18h00 3º Tempo 20h00 Nba 2019/20 - Ao Vivo 22h30 Masterchef - Para tudo 00h00 Canal Livre 01h00 Show Business 01h45 +info 03h00 3º Tempo

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Programação da TV Aberta deste sábado

    REDE TV! 05h00 Operação de Risco 06h00 Mariana Godoy Entrevista 07h00 Tricotando 07h45 Camisaria Fascynios 08h15 Sono Quality 08h30 Galinha Morta 09h00 Vitória em Cristo 09h30 Seicho No Iê 10h00 Show da Saúde 10h30 Tempo de Atitude 11h00 Igreja Universal do Reino de Deus 12h00 Assembleia de Deus do Brás 13h00 Família Debaixo da Graça 13h15 Camisaria Fascynios 13h45 Show da Saúde 14h00 Polishop 14h15 Delinea Corpus 14h30 Te Peguei 14h45 Polishop 15h00 Te Peguei 15h15 Delinea Corpus 15h30 Mariana Godoy Entrevista 16h30 Campeonato Italiano: Lazio x Juventus - Ao Vivo 18h45 Delinea Corpus 19h00 Polishop 19h15 Auto+ 19h30 Ritmo Brasil 20h30 Igreja Internacional Da Graça De Deus 21h30 RedeTV! News 22h10 Operação de Risco 23h00 Mega Senha 00h30 ENCRENCA - Melhores Momentos 01h30 Os Corujas No Ar 02h30 Bola de Neve 03h00 Igreja da Graça No Seu Lar GAZETA 06h00 Igreja Universal do Reino de Deus 07h00 Gazeta Shopping 08h00 Gazeta Motors 09h00 Gazeta Shopping 11h00 Gazeta Imóveis 12h00 Gazeta Motors 13h00 Gazeta Shopping 17h00 Gazeta Motors 18h00 Gazeta Shopping 19h30 Gazeta Imóveis 20h00 Igreja Universal do Reino de Deus 22h00 Gazeta Shopping BAND 05h00 +info 08h30 Viagens ao Redor do Mundo 09h00 Papo de Boleiro 09h30 Gol: O Grande Momento do Futebol 10h00 Gol: O Grande Momento do Futebol 10h30 Giro Business 11h00 Ponto a Ponto 11h30 Capital Natural 12h00 Agro Forte Brasil Forte 12h30 Verdade & Vida 12h45 NBB: Franca x Flamengo - Ao Vivo 14h45 Sessão Livre: Babe, O Porquinho Atrapalhado 16h00 Brasil Urgente 18h50 Brasil Urgente SP 19h20 Jornal da Band 20h20 Ouro Verde 21h10 Igreja da Graça 21h57 Agenda dos Pastores 22h00 BAND.DOC 22h15 Criativos.br 23h00 Operação Implacável 23h30 SFT: Standout Fighting Tournament 01h45 Cine Privé: Viúva Negra 03h15 Cinema na Madrugada: A Arma Perfeita 04h45 Vídeos Incríveis

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Programação da TV Aberta deste sábado

    CULTURA 05h00 Nossa Língua 05h30 Via Legal 06h00 De Olho na Educação 06h30 Conexão Eleitoral 07h00 Agrocultura 07h30 Casakadabra 08h00 Sésamo 08h30 Monstros em Rede 08h45 Peppa Pig 09h00 Molang 09h15 Thomas e Seus Amigos 09h30 Porto Papel 09h45 Vivi Viravento 10h00 Dj Cão e a Loja de Discos 10h15 Mackenzie em Movimento 10h30 Campus em Ação 11h00 Vamos Pedalar 11h30 Momento Papo de Mãe 12h30 SuperHands 12h45 O Diário de Mika 12h50 As Micro Aventuras de Tito e Muda 13h00 Yoga Com Histórias 13h15 Os Chocolix 13h30 Nella, Uma Princesa Corajosa 14h00 Bubu e as Corujinhas 14h15 Jogos de Inventar 14h30 A Galinha Pintadinha Mini 14h45 Árvore dos Araújos 15h00 Quintal da Cultura 16h15 Boris e Rufus 16h30 Planetorama 16h45 Shaun, o Carneiro 16h50 Turma da Mônica 17h00 Tá Certo? 17h30 Lana & Carol 18h00 Cultura Livre 19h00 Superliga de Vôlei Feminino: Esporte Clube Pinheiros x C.r. do Flamengo - Ao Vivo 21h15 Jornal da Cultura 22h00 Cultura Mundo 23h00 Clássicos 01h00 Minidocs 01h30 Roda Viva 03h00 Futurando 03h30 Vox Populi 04h30 Grandes Cursos Cultura na TV SBT 06h00 Chaves 08h00 Sábado Animado 12h30 Sam & Cat 12h50 Henry Danger 14h15 Programa da Maisa 15h45 Programa Raul Gil 19h45 SBT Brasil 20h30 Topa ou não Topa 21h30 Esquadrão da Moda 22h30 Bake Off Brasil - Mão na Massa 00h30 Vale A Pena Ver The Noite 01h30 Sobrenatural GLOBO 06h15 Via Brasil 07h13 Como Será? 09h00 É de Casa 12h00 Praça TV - 1ª Edição 12h55 Globo Esporte 13h25 Jornal Hoje 14h04 O Melhor da Escolinha 15h11 SóTocaTop 15h56 Caldeirão do Huck 18h36 Éramos Seis 19h20 Praça TV - 2ª Edição 19h41 Bom Sucesso 20h30 Jornal Nacional 21h19 Amor de Mãe 22h15 Zorra 22h47 Altas Horas 00h34 Supercine 02h23 Corujão 03h49 Corujão II RECORD 05h00 Nação dos 318 05h35 Corrente dos 70 06h30 Nosso Tempo 07h00 Fala Brasil Edição de Sábado 10h15 Esporte Fantástico 12h00 The Love School - A Escola do Amor 13h00 Balanço Geral Edição de Sábado 15h00 Cine Aventura Especial: Cirque Du Freak - O Aprendiz de Vampiro 17h00 Cidade Alerta Edição de Sábado 19h45 Jornal da Record Edição de Sábado 20h30 Cidade Alerta Edição de Sábado 22h15 A Fazenda 23h00 Tela Máxima Especial: Ruas Sangrentas - O Acerto Final 00h30 C.S.I. - Investigação Criminal 01h15 Fala que eu te Escuto 02h15 Palavra Amiga com Bispo Edir Macedo 03h15 Inteligência e Fé 04h15 A Mente De Um Viciado 04h40 Corrente dos 70

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Marcos Mion admite erro em prova, e internautas dizem que Record manipula A Fazenda

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após a polêmica da suspensão da roça entre Hariany e Lucas Viana em A Fazenda 11, o apresentador Marcos Mion disse no programa ao vivo desta quinta-feira (5) que a prova do fazendeiro teve dois erros e, por isso, a votação para definir quem deveria continuar no reality foi anulada. Desta forma, os cinco peões continuam na briga pelo prêmio de R$ 1,5 milhão e vão poder participar de uma nova prova nesta sexta-feira (6), que vai definir o primeiro finalista da temporada. O vencedor de A Fazenda será conhecido no próximo dia 12. Segundo Marcos Mion, o erro na disputa pelo chapéu de fazendeiro de terça-feira (3) aconteceu em dois momentos. O primeiro deles foi de Lucas ao apoiar o pé na estrutura da tirolesa duas vezes, mas só em uma delas, ele foi punido. Já a segunda falha foi cometida por Sabrina. Quando ela passava pela segunda estação de equilíbrio, ela derrubou uma das letras e continuou a prova do exato lugar em que estava. A regra, porém, determinava que ela voltasse. Já a segunda falha foi cometida por Sabrina. Quando ela passava pela segunda estação de equilíbrio, ela derrubou uma das letras e continuou a prova do exato lugar em que estava. A regra, porém, determinava que ela voltasse. Mas foi o próprio Mion, na hora da competição, que disse que ela poderia continuar do mesmo ponto. Segundo o apresentador, Sabrina, portanto, "foi induzida ao erro". Por conta disso, ele afirmou que a peoa segue como fazendeira e não perderá o prêmio de R$ 20 mil. Nas redes sociais, porém, os internautas não gostaram das explicações e continuam acusando a Record de uma suposta manipulação do reality.  "Que palhaçada!", escreveu uma internauta no Twitter. "Se não havia motivo e ela continua fazendeira, por que suspenderam [a prova]?", questionou outra. Durante o programa, Mion também rebateu outras acusações de internautas de erros que teriam sido cometidos por Sabrina. Um dos principais, apontado inclusive pelo ator e ex-peão Theo Becker, é que a fazendeira não encaixou corretamente a letra N no quebra-cabeça.  Segundo o apresentador, porém, esse tipo de exigência não fazia parte da prova.

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Globoplay anuncia na Comic Con que terá 16 produções originais em 2020

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Globoplay anunciou nesta quinta-feira (5), na CCXP (Comic Con Experience 2019) em São Paulo, que terá 16 novas produções originais em 2020. Entre as novidades estão as séries "Desalma", "Onde Está Meu Coração", "As Five", as segundas temporadas de "Aruanas" e de "A Divisão", além de "Arcanjo Renegado" e "Caso Evandro".  Os nomes das outras atrações ainda não foram divulgados pela plataforma de streaming. A ideia da Globo, como já noticiado pela Folha de S.Paulo, é investir em coproduções e em novos gêneros para competir com a Netflix e afins no mercado internacional. "Desalma", por exemplo, é a primeira série de terror desenvolvida pela empresa. A série fala sobre o desaparecimento da jovem Halyna (Anna Melo), o que provoca o desespero de sua mãe, Haia (Cássia Kis, que vive uma bruxa com longos cabelos brancos), e um grande trauma na fictícia cidade de Brígida, fundada por imigrantes ucranianos no sul do país. Já "As Five" é um spin-off de "Malhação - Viva a Diferença" (2017-2018), idealizada por Cao Hamburger, que foi homenageado na Comic Con nesta quinta (5). Em "Arcanjo Renegado", Marcelo Melo Jr vai dar vida a um sargento incorruptível que se envolve em uma operação desastrosa no Rio.

  • Pod Assistir: As 100 melhores séries da década (2010-2019)
    Vida e Estilo
    Redação Vida e Estilo

    Pod Assistir: As 100 melhores séries da década (2010-2019)

    Confira as 100 melhores séries da década, que vai de 2010 a 2019, de acordo com o time do Yahoo

  • Vida e Estilo
    Folhapress

    Dublê Bobby Holland dá detalhes do mundo dos filmes de ação de Hollywood

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No estande Creators da Comic Con Experience (CCXP), nesta quinta-feira (5), o ator Duda Nagle e o dublê de Hollywood Bobby Holland falaram sobre os heróis dos estúdios DC e Marvel, suas características e peculiaridades. Bobby fez mais de 40 filmes em Hollywood como dublê, dentre eles "Capitão América", "Batman", e "Thor", e é considerado uma lenda no segmento. "Sou muito fã desse cara porque sou um fã de lutas e ação", diz Nagle. Os dois têm gravado vídeos juntos, e os fãs podem ver nas redes sociais procurando pela hashtag bobbynobrasil. "Meu primeiro filme foi em '007', mas comecei como ginasta. O maior desafio da minha carreira foi oito meses atrás quando tive de passar por uma cirurgia na coluna", diz ele, que tem dois discos de titânio na coluna e mais seis parafusos. Esse filme em questão, diz Holland, foi o maior desafio do astro, que teve de pular de uma varanda a outra em uma altura de sete metros e sem cabos, às 2h. A cena foi gravada na periferia de uma cidade do Panamá, em 2007. Holland contou também como entrou nesse ramo e como o fato de ter sido ginasta na infância o ajudou. "A ginástica e o trabalho como dublê são diferentes, mas se complementam, porque graças à consciência corporal que tenho eu consigo fazer quedas de alturas elevadas", afirma. Ele se diz viciado em adrenalina. "O que eu respiro é adrenalina e eu preciso disso. Sem isso não teria como fazer nada na minha vida", reflete. Mas engana-se quem pensa que acidentes não acontecem nas gravações dos principais filmes da Marvel e DC. "O perigo é fator de risco no nosso trabalho. Mas a gente minimiza isso com alguns truques", disse. Ele também contou quem bate mais forte: o Thanus ou o Huck. "É o Huck, não tem jeito", divertiu-se o dublê antes de ser exibido para todo o público as imagens do filme, em que ele trabalhou nas cenas mais agressivas. Duda Nagle foi o mestre-de-cerimônias do painel e ficou impressionado com a história do astro. "A vida do cara é um videogame real, em que ele corre risco de vida real", afirma Nagle.  Duda acabou de participar como lutador na novela "A Dona do Pedaço". Ele também pode ser visto como lutador de vale-tudo na série da FOX "Rio Heroes". O trabalho de um dublê começa três meses antes. Holland diz que as cenas de ação para aprovação da direção do filme são feitas anteriormente. E é justamente nesse processo que há mais risco de haver muitos machucados e quedas. Com tantos anos e parcerias em filmes, Bobby conta que ficou amigo dos astros de Hollywood, como Chris Hemworth. "Trabalho com ele desde 2012, fizemos o filme do Thor junto, e é bom ter a química com ele no set." Bobby termina o papo dizendo qual o seu filme favorito até hoje. "Tenho muita sorte, fiz 48 longas, mas tenho alguns favoritos como os dos Vingadores. Só não gostei muito de fazer o 'Lanterna Verde'", disse. Por fim, o dublê ensinou truques de golpes de mentirinha para alguns fãs da plateia. E até Duda Nagle entrou na brincadeira protagonizando uma cena montada.

  • Margot Robbie mostra Arlequina agora heroína em continuação de 'Esquadrão Suicida'
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Margot Robbie mostra Arlequina agora heroína em continuação de 'Esquadrão Suicida'

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Margot Robbie, 29, abriu o painel de "Aves de Rapina" na Comic Con Experience (CCXP), nesta quinta-feira (5), em São Paulo, revelando a primeira cena do filme, que chega aos cinemas em fevereiro de 2020. Foi a própria atriz, intérprete da protagonista Arlequina, que teve a ideia de fazer o longa e que o produziu. "O filme ainda não foi concluído, mas podemos mostrar a primeira cena em primeira mão", afirmou Margot Robbie para delírio dos fãs.  O longa é uma continuação de "Esquadrão Suicida", que narrou como a vilã se apaixonou por Coringa, personagem vivido por Jared Leto. A primeira cena mostra Arlequina tentando se curar do coração partido, tomando uma atitude para se tornar uma nova mulher e, agora, uma heroína que vai combater os vilões de Gotham City. É quando ela conhece Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Cassandra (Ella Jay Basco), Canário Negro (Jurnee Smollet-Bell) e Renée (Rosie Perez), e o grupo forma as "Aves de Rapina". "Eu não estava pronta para deixá-la [Arlequina] depois de 'Esquadrão Suicida'. Comecei a ler os quadrinhos e fiquei apaixonada pelos outros personagens e queria ver mais mulheres na tela do cinema", afirmou Robbie. O elenco reforçou que o filme é uma produção feminista e que toca em muitas questões. A atriz Jurnee Smollet-Bell disse que fazer tantas cenas de luta mexeu com a noção que ela tinha de seu corpo. "Somos sempre tão objetificadas e pude ver quanta força o nosso corpo tem."  A diretora Cathy Yan agradeceu Robbie por ter tido a ideia de investir na produção. "É uma história sobre mulheres, é sobre empoderamento. Vamos mostrar a Gotham City colorida, na visão de Arlequina", disse a diretora.

  • Cosplayers mostram criatividade e recebem carinho de fãs na CCXP
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Cosplayers mostram criatividade e recebem carinho de fãs na CCXP

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Eles acordam cedo para passar a roupa e ajustar os mínimos detalhes da fantasia. São os cosplayers que marcam presença na Comic Con Experience 2019 (CCXP), feira de cultura pop que acontece desta quinta-feira (5) até domingo (8), em São Paulo.  Em uma volta pelos estandes, é possível observar que criatividade não falta para os frequentadores do evento.  O comerciante Felipe Campanella, 39, esteve presente com toda a família caracterizada para curtir a feira. Ele se vestiu como o lobisomem da série "Teen Wolf". Já seus filhos estavam de Rainha de Copas, Mulher-Maravilha e o caubói Woody, do filme "Toy Story". "Essa é minha terceira vez aqui e é sempre muito prazeroso. Agora trouxe a família completa para aproveitar. Cada ano, eu venho com uma fantasia diferente", diz o comerciante. Outro que marca presença pelo segundo ano consecutivo é o service desk Carlos Henrique Magalhães, 24. "Comecei essa loucura de me fantasiar no ano passado e apaixonei. Esse ano vim de Doutor Estranho, mas no ano passado eu estava de Thor", lembra. O carinho dos fãs com os cosplayers impressiona. Passeando pela feira era impossível não se deparar com a seguinte cena: um personagem lendário do universo cinematográfico cercado por uma fila de pessoas querendo aparecer do lado dele. Foi assim com Homem-Aranha, Coringa, Frozen e muitos outros. Um dos mais assediados era Fábio Gomes, 40, que é ator. "Dessa vez eu vim vestido de Superman, mas gosto de me caracterizar como Capitão América também", revela. "O carinho do público é demais. É muito bom ter um lugar onde você pode vir e trocar experiências com outras pessoas que gostam do mesmo universo que você", diz. No Creators Stage da CCXP houve até um desfile de cosplayers que levou uma multidão de fãs ao delírio. Os desfiles vão prosseguir pelos próximos dias de evento.

  • Racionais fará show em março para lançar DVD dos 30 anos
    Vida e Estilo
    Jose Norberto Flesch

    Racionais fará show em março para lançar DVD dos 30 anos

    O DVD celebra os 30 anos de carreira do grupo paulistano de rap

  • Gugu Liberato ganha mural de grafite próximo à sede da Record, em São Paulo
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Gugu Liberato ganha mural de grafite próximo à sede da Record, em São Paulo

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Gugu Liberato, que morreu aos 60 anos após uma queda em sua casa em Orlando (EUA), ganhou uma homenagem nas ruas de São Paulo. O artista plástico Paulo Terra é o idealizador de um mural de grafite que mostra a trajetória do apresentador e que está sendo finalizado no muro de um estacionamento próximo à sede da Record, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. "Eu sou muito fã do Gugu e acompanhei toda a carreira dele, desde a minha infância até hoje. Ele era um cara excepcional. Eu até já tinha pensado em fazer esse mural antes, mas infelizmente não deu tempo", disse Terra. Segundo ele, o trabalho que é desenvolvido  deve ser concluído entre sexta (6) e sábado (7).  Terra é conhecido por outros grafites coloridos espalhados pela capital paulista, como o que representa o apresentador Silvio Santos. Ele também já grafitou rostos do personagem Chaves, Zeca Pagodinho, Faustão, Fátima Bernardes, Will Smith, Guga, Ratinho, Fernanda Montenegro, entre outros.  CANTA COMIGO Na noite de quarta-feira (4), Gugu foi homenageado pela Record na final do Canta Comigo, último programa inédito que o apresentador deixou gravado.   Ao som da música "O Bêbado e a Equilibrista", a atração exibiu, na noite desta quarta-feira (4), imagens do artista e de cenas da temporada do reality show. "Vocês são especiais para mim. De verdade", disse Gugu. Na sequência, plateia, jurados e famosos como Xuxa, Sabrina Sato, Rodrigo Faro, Marcos Mion, Sônia Abrão, Geraldo Luís e Luiz Bacci, apareceram aplaudindo o apresentador. No início do programa, o ator André Bankoff explicou que Gugu deixou gravado o anúncio de vencedor para os três finalistas, que foram escolhidos pelos cem jurados: Grupo Threerapia, Débora Neves e Franson. O campeão, porém, só seria definido em votação do público pelo site R7, que aconteceu na noite desta quarta-feira (4). Franson, que cantou "I Just Call to Say I Love You", foi o vencedor com 72,8% dos votos. Foi só depois do anúncio da vitória dele, que a homenagem ao apresentador foi exibida. MORTE TRÁGICA O apresentador Gugu Liberato, 60, teve a morte confirmada na noite da última sexta-feira (22) após ele passar dois dias internado em um hospital de Orlando, na Flórida, Estados Unidos, em decorrência de uma queda sofrida em casa. Ele despencou de uma altura de quatro metros, quando fazia um reparo no ar-condicionado instalado no sótão.  Cerca de duas semanas antes do acidente, Gugu foi dado como morto pela rede social da própria emissora, a Record. Na ocasião, ele teve de ir a público confirmar que estava bem. "Pessoal, alguém publicou que eu tive um enfarto. É fake, tá? Estou muito bem, obrigado", escreveu ele em seu Twitter.  Após a queda sofrida em sua casa, os médicos constaram que o apresentador não apresentava mais atividade cerebral, segundo a nota de falecimento, que não especifica a data exata da morte. Os familiares então autorizaram a doação de todos os seus órgãos, o que poderia beneficiar até 50 pessoas.  O presidente Jair Bolsonaro (PSL) lamentou a morte do apresentador em suas redes sociais: "O país perde um dos maiores nomes da comunicação televisiva, que por décadas levou informação e alegria aos lares brasileiros. Que Deus o receba de braços abertos e conforte os corações de todos", disse a mensagem.  Já o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), decretou luto de três dias em razão da morte do apresentador, que ele classificou como "um de seus principais comunicadores": "O Brasil perde um talento", afirmou em nota. Já a Assembleia Legislativa ofereceu o salão nobre para a realização do velório.  Gugu Liberato deixa a mulher, Rose Miriam, e três filhos: João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Marina e Sofia.

  • Peça com Renato Borghi reproduz ingenuidade de Galileu Galilei
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Peça com Renato Borghi reproduz ingenuidade de Galileu Galilei

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A retomada do espetáculo "O que Mantém um Homem Vivo?", uma composição a partir de escritos de Bertolt Brecht, mostra a persistência do ator Renato Borghi, com 82 anos, em estabelecer uma prática de resistência com seu teatro. A primeira montagem da peça foi em 1973 e fazia parte do rescaldo de oposição cultural mais aberta ao obscurantismo da ditadura. Como agora na atualidade, em que diversas montagens buscam em Brecht instrumentos para uma crítica teatral ao conservadorismo da política, também na década de 1960 o autor foi muito lido e encenado por aqui. Dentro do Teatro Oficina, que Borghi ajudou a fundar e integrou até aquele ano de 1973, o autor alemão foi objeto de sistemáticos estudos em boa parte capitaneados por Fernando Peixoto. No final dos anos 1960, o Oficina encenou duas peças de Brecht: "Na Selva das Cidades", em 1969, e "Galileu Galilei", em 1968. Borghi atuou em ambas. E não deve ser por acaso que as cenas de "Galileu" sejam o coração do conjunto reunido em "O que Mantém um Homem Vivo?". Nas cenas escolhidas da obra, Galileu Galilei assiste incrédulo à política e à religião se sobrepondo à razão científica. Nesta atual, Borghi detecta e sublinha esta espantosa semelhança com a atualidade. Mas Galileu também é ingênuo. E embora a montagem deixe antever isso, ela reproduz sua ingenuidade na defesa abstrata e idealista do "homem livre". As passagens selecionadas da dramaturgia de Brecht aparecem muitas vezes como um conjunto de máximas humanistas. E, assim, acabam por liquidar o mecanismo dialético de suas peças. Por exemplo, quando desvinculado das situações, o cinismo erudito e burguês do industrial Pedro Paulo Bocarra de "A Santa Joana dos Matadouros" soa como uma consideração filosófica profunda sobre o indivíduo moderno. Ou ainda, cenas soltas de uma peça sobre a impossibilidade da bondade no mundo do trabalho, como a "Alma Boa de Set-Suan", ficam parecendo um elogio do altruísmo. Ao mesmo tempo, o elenco tem qualidade incomum. Georgette Fadel e Renato Borghi percebem bem como a dramaturgia de Brecht se fundamenta nos gestos sociais, na corporalidade das palavras, sempre conectadas a uma situação objetiva. Élcio Nogueira ressalta as ironias e duplos sentidos das sentenças e trabalha com uma retórica mediada pela desconfiança. Conseguem assim que montagem seja um pouco mais do que um manifesto requentado sem conexão forte com o presente.   O QUE MANTÉM UM HOMEM VIVO? Avaliação: bom Quando: Qui. a sáb., às 21h. Dom., às 18h. Até 15/12 Onde: Sesc Consolação, r. Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, São Paulo Preço: R$ 12 a R$ 40

  • Na Comic Con, quadrinista do Batman pede o novo Coringa em próximo filme do homem-morcego
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Na Comic Con, quadrinista do Batman pede o novo Coringa em próximo filme do homem-morcego

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "O Coringa de, Joaquin Phoenix, precisa ter uma batalha com o Batman". Foi com essa frase que o quadrinista americano Frank Quitely levou a plateia à loucura no painel dedicado aos 80 anos do homem-morcego no primeiro dia Comic Con, nesta quinta-feira (5), em São Paulo. Para o veterano, que dividiu o painel com diferentes gerações de quadrinistas do herói, o Coringa, do diretor Todd Phillips e do ator Joaquin Phoenix, precisa voltar às telas. "Sem nenhum efeito especial, esses caras me deixaram impressionadíssimos. A análise do filme não é mais como ele chegou a ter cabelo verde ou aquele rosto, é sobre como ele pode ter se tornado alguém tão insano. Nos finalmente o entendemos!", afirmou.  O próximo Batman será estrelado pelo ator Robert Pattinson, que tem data de estreia programa para o dia 24 de junho de 2021. Além do ator, o elenco do longa conta com Andy Serkis, Paul Dano, Zoe Kravitz, Jeffrey Wright e Colin Farrell. Durante o painel, Quitely disse também que a insanidade de Coringa não deve ser comparada a atiradores de escolas americanas. "Ele é mais parecido com terroristas e alguns presidentes", afirmou o quadrinista. "Toda vez que vou a um novo pais, eu peço desculpas por Trump [Donald Trump, presidente americano]. Fica a lição para vocês. Nas próximas eleições, saíam de casa e votem!". O brasileiro Rafael Grampá, que trabalha com Frank Miller no próximo HQ que marcará um novo retorno do Cavaleiro das Trevas, disse que, apesar de ter muitas versões, Batman sempre agrada.   "Ele tem um visual tão impactante que qualquer criança se apaixona por ele. É impossível não ser fã. O Batman tem milhões de versões e todas elas funcionam. Por isso, ele vai durar para sempre", afirmou o quadrinista lembrando que há  sombrias e ate cômicas do herói.

  • Espírito livre de Frida Kahlo contrasta com rigor excessivo de peça sobre a artista
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Espírito livre de Frida Kahlo contrasta com rigor excessivo de peça sobre a artista

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Frida Kahlo tornou-se um ícone pop nas últimas décadas. Seu semblante sério e colorido estampa camisetas, bolsas e chaveiros ao redor do mundo. Parte deste fascínio com a figura da artista tem a ver com a contradição vibrante que envolve sua vida e sua obra. A dor ininterrupta que sentia, as traições e deslealdades que sofreu ou o inconformismo diante de um mundo injusto conviviam com a efusão de vida e cores vibrantes de seus quadros, com a expectativa da revolução, ou com o comportamento livre que teve em vida.  Esta força de opostos aparece na famosa frase escrita em seus diários pouco antes da morte: "Espero que minha partida seja feliz, e espero nunca mais regressar". Festa e tragédia conviviam nas expressões e nos trabalhos da artista. O espetáculo "Frida Kahlo - Viva la Vida", do Teatro do Ornitorrinco, compreende e sublinha esta característica dialética da artista. Christiane Tricerri busca transitar pela exuberância e melancolia em sua representação de Frida. Assinala o desejo ardente, os gestos expansivos, o gosto pela bebida e como essas eram formas compensatórias da dor. Não se trata apenas da reversão da tristeza em festa, mas da forma própria e fascinante com que ela fazia conviver as duas coisas. Nesse sentido, a aproximação com o Dia dos Mortos na peça ajuda a ativar esse espírito que não é de superação, mas sim de convivência dialética. Neste dia, morte e vida se unem em uma festividade singular. Não é um momento de lamento, é coexistência de morte e vida. Mas o espírito insubordinável de Frida contrasta com a interpretação excessivamente marcada e dirigida na montagem protagonizada por Tricerri.  Assim como em "Nem Princesas, Nem Escravas", que estabeleceu o retorno do Ornitorrinco em 2018, os gestos da atriz, as pausas, modos de dizer e até mesmo de interagir com o público são tão predeterminados que há pouco espaço para o acontecimento presente do teatro. O rigor excessivo da composição, paradoxalmente, corrói a vida da cena e a torna estática. A dramaturgia de Humberto Robles não tem grandes qualidades literárias e, apesar disso, é formada de longos monólogos. É um texto que pede, portanto, um jogo mais vivo e livre com o público, algo que faria com que a situação paralisada de um longo relato ganhasse força concreta e vigor cênico. Mas falta justamente este tipo de liberdade e de vida teatral na homenagem à pulsão de vida que emana de Frida. FRIDA KAHLO - VIVA LA VIDA Avaliação: bom Quando: Qua. a sáb., às 20h30. Até 14/12 Onde: Sesc Pinheiros, r. Pais Leme, 195, Pinheiros, São Paulo Preço: R$ 9 a R$ 30

  • Com Octavia Spencer, nova série da Apple TV+ mergulha no mundo dos podcasts
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Com Octavia Spencer, nova série da Apple TV+ mergulha no mundo dos podcasts

    LOS ANGELES, EUA (FOLHAPRESS) - Assistindo a um episódio da série documental "Making a Murderer", sobre um caso verídico de assassinato, a escritora e roteirista Nichelle Tramble Spellman (de "The Good Wife") começou a desligar seu amor por mistérios insolúveis e passou a pensar nas consequências daquele programa que transforma o espectador em júri. "Imaginei como deveria ser doloroso para a família dos envolvidos ver sua história virar o assunto da hora do cafezinho. Você poderia não querer conversar sobre aquilo com seus colegas de trabalho, mas o drama virou parte da cultura pop e não dá para evitar", afirma Spellman. Como showrunner e roteirista, ela agora discute o fenômeno dos podcasts de crimes reais na série "Truth Be Told", que estreia nesta sexta-feira (6) na plataforma Apple TV+. A trama dos dez episódios gira em torno da famosa jornalista Poppy Parnell (Octavia Spencer), que  decide gravar um podcast para recuperar a história de um crime que ajudou a desvendar, 20 anos atrás. Poppy cogita a possibilidade de ter incriminado erroneamente o jovem Warren Cave (Aaron Paul) pela morte do pai de duas gêmeas (Lizzy Caplan) e abre uma investigação por conta própria, narrada semanalmente no seu podcast. "Esse jornalismo no estilo do Velho Oeste é perigoso", afirma Spellman. "Poppy não tem chefe, não responde a ninguém, mas tem credibilidade, então ela vai fundo no caso. Achei interessante focar esta jornalista sem rédeas, sem controle ou equilíbrio, mas que afeta as redes sociais. A podcaster não tem uma narrativa confiável, porque não sabemos seus interesses ou como a culpa afeta seu julgamento." A ideia de "Truth Be Told" é baseada no livro "Are You Sleeping?" (2017), de Kathleen Barber, mas a narrativa muda de lado. Em vez de mostrar o ponto de vista de uma das gêmeas, como na obra literária, a série desenvolve a personagem da jornalista e mergulha a fundo em questões raciais ao tornar o personagem de Aaron Paul membro de um grupo de supremacistas brancos na prisão. "Estudei documentários sobre prisões e encontrei a humanidade no personagem ao vê-lo como um garoto que precisou escolher um lado para não virar um saco de pancadas na prisão", explica o ator, conhecido pelo papel de Jesse Pinkman em "Breaking Bad". Octavia Spencer, que segue uma trajetória de carreira incomum com filmes sobre áreas cinzentas da moralidade, caso do recente "Ma" e do inédito "Luce", se diz "fascinada há 20 anos" pelo gênero de mistérios policiais verídicos, mas conta que sabe dos perigos do fenômeno com a internet. "Tenho alma de detetive", brinca a atriz e produtora. "Gosto de estar no mundo real perguntando e investigando. O assunto é assustador, mas Poppy é afetada pela cultura do cancelamento das redes sociais. Ela percebe que pode ter cometido um erro. Não a vejo como moralmente corrupta, senão ela não reabriria o caso." Spencer cita o podcast americano "Serial" como seu primeiro passo nesta mídia e grande inspiração para Poppy. "Fiquei obcecada porque é atraente ouvir a história se desenvolver detalhadamente em cada episódio e não apenas ficar resumida em uma manchete sensacionalista. Mas não gosto de falar a palavra fã quando me refiro a tramas de crimes reais", emenda a atriz. "Tenho minhas preocupações. Queria mostrar como consumimos histórias de crimes reais num volume alarmante. O público participa dessas tramas de maneira segura, mas não sofre como as famílias envolvidas." Por isso, "Truth Be Told" tem uma missão complicada, já que tenta se manter crítico em relação aos podcasts e às séries que jogam novas luzes sobre crimes passados, mas oferece os mesmos ingredientes que tornam essas mídias populares. "Na verdade, a série é um drama familiar disfarçado de suspense investigativo", responde a criadora da trama, Nichelle Spellman. "Todo mundo tem uma opinião sobre quem é culpado e inocente. É muito perigoso isso", afirma Aaron Paul. "Mas essa é a montanha-russa maluca de 'Truth Be Told'." TRUTH BE TOLD Onde: Disponível na Apple TV+ Elenco: Octavia Spencer, Aaron Paul e Lizzy Caplan Produção: EUA, 2019 Criação: Nichelle Tramble Spellman

  • Academia para o rosto: salão promete pele mais jovem com série de exercícios
    Vida e Estilo
    Marcela Zanetti

    Academia para o rosto: salão promete pele mais jovem com série de exercícios

    O conceito promete um rosto com menos marcas de expressão e mais jovial através de exercícios específicos e massagens.

  • CCXP: Superherói por um dia e muita diversão dentro dos cenários de filmes e séries
    Vida e Estilo
    Originais do Yahoo

    CCXP: Superherói por um dia e muita diversão dentro dos cenários de filmes e séries

    Começou a CCXP 19 e o Yahoo! esteve no local para conferir as principais atrações do maior evento de cultura pop que acontece até o dia 8 de dezembro na São Paulo Expo. Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente! Além de acessórios, roupas e objetos feitos especialmente para colecionadores, na feira também dá para se transformar na Arlequina -- um dos maiores destaques do evento -- e posar com o taco da personagem e sua jaqueta no espaço dedicado a 'Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa', da Warner Bros. Quer um pouco de adrenalina? Aproveite para se divertir nas tirolesas tanto no espaço da GloboPlay quanto da Disney. Ansioso para 'Star Wars: Episódio IX'? descubra se é um jedi e ainda participe de uma batalha no local. Batman completa 80 anos e você pode entrar na Batcaverna e relembrar os carros do superherói. Confira mais destaques.